Boa fase no campo deve estimular 33 mil novos empregos até 2013 em MT
CI
Agronegócio

Boa fase no campo deve estimular 33 mil novos empregos até 2013 em MT

Alta em produção de milho e soja vão contribuir, aponta Imea
Por:
Alta em produção de milho e soja vão contribuir, aponta Imea

O incremento produtivo das safras de soja e milho em Mato Grosso deve ser responsável pela abertura de 33 mil novos postos de trabalho - diretos, indiretos e induzidos - entre o segundo semestre deste ano e todo 2013. É o que projeta o Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea).

As vagas de emprego vão atender diferentes setores da economia e representam 38% da mão de obra empregada no setor agropecuário do estado, lembra a analista de conjuntura econômica do Instituto, Gemelli Lyra. O desempenho das exportações esperadas para este ano também influenciará o cenário.
saiba mais

Além de contribuir com a criação de empregos, bom momento no campo influenciará também na renda. Segundo o Imea, R$ 500 milhões devem ser movimentados. O montante representa tanto ganhos nos salários de quem direta ou indiretamente atuam no campo, no comércio das cidades, e em demais frentes.

Em 2012, somente a soja e milho devem render juntas mais de R$ 19,7 bilhões. O número representa o chamado Valor Bruto de Produção (VBP) e que corresponde à soma de todas as riquezas geradas no setor agropecuário. No estado que mais produz a oleaginosa, o faturamento bruto com a soja deve encerrar o ano acima de R$ 15,2 bilhões, resultado 23,9% superior na comparação com o registrado em 2011, quando foram R$ 12,2 bilhões.

Na safra 2011/12 Mato Grosso deve bater um recorde produtivo e alcançar 21,3 milhões de toneladas, volume 3,9% acima de 2010/11.

Já a remuneração do milho pode crescer 101% e de R$ 2,2 bilhões em 2011 passar para R$ 4,5 bilhões, estima o Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária.

"O crescimento do rendimento do milho já era esperado", lembra Gemelli Lyra, analista de conjuntura econômica do Imea.

A safra estadual está avaliada em 14,2 milhões de toneladas, 103,6% superior a 2010/11, em 6,9 milhões de toneladas.

Os dados sobre o Valor Bruto de Produção para Mato Grosso constam no segundo levantamento anual do VBP, divulgado na sexta-feira (3) em Cuiabá. Em maio, quando divulgou a primeira projeção, o Instituto aponta um rendimento na ordem de R$ 31 bilhões.

Agora, atualizado para R$ 33 bilhões. Este último equivale a um crescimento de 19,5% sobre 2011.

Pecuária

O levantamento também mensurou o VBP da pecuária. Se o cenário traçado pelo Imea for confirmado, pode crescer R$ 8,3 bilhões, alta de 8,6% sobre 2011. Boi (+8,6%), aves (+11,1%), leite (+7,4) e suínos (3,7%) podem encerrar o ano com rendimentos acima dos 12 meses de 2011.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink