Bovinos para reposição: cotações subiram, em média, 8,2% em julho
CI
Imagem: Divulgação
MERCADO

Bovinos para reposição: cotações subiram, em média, 8,2% em julho

As cotações fecharam com alta de 2,1% na última semana de julho
Por:

Na média de todas as categorias e estados monitorados pela Scot Consultoria, entre machos e fêmeas anelorados e mestiços, as cotações fecharam com alta de 2,1% na última semana de julho. Ao longo do mês a valorização acumulada foi de 8,2%.

O mercado do boi gordo mais firme na última semana aumentou a procura por animais de reposição. As categorias mais eradas são as mais procuradas, mas devido à oferta restrita e os preços acima das referências, os negócios fluíram com dificuldade nos últimos dias. Para o boi magro, o destaque da semana ficou para Goiás e Mato Grosso, com altas de 5,5% e 3,8%, respectivamente, na última semana.

Já para o garrote anelorado, nesse mesmo intervalo, a alta mais significativa ficou para o Pará, valorização de 4,2%. Para o curto prazo, a tendência é de que a procura por reposição permaneça em bom ritmo, apoiada na firmeza do mercado do boi gordo, que tende a seguir positivo nos próximos dias.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink