Brasil comprou 70 mil toneladas de trigo da Rússia
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,632 (-1,41%)
| Dólar (compra) R$ 5,51 (-1,34%)

Imagem: Paulo kurtz/ Embrapa

ESTIMATIVAS

Brasil comprou 70 mil toneladas de trigo da Rússia

O volume é expressivo na comparação com os embarques com destino ao Brasil durante toda a safra 2019/20
Por: -Leonardo Gottems
810 acessos

A Rússia exportou pelo menos 70 mil toneladas de trigo da safra 2020/2021 para o Brasil em julho, estima a T&F Consultoria Agroeconômica, citando a consultoria russa de pesquisa agrícola SovEcon. Segundo a empresa, foram dois carregamentos de 35 mil toneladas cada da trading Sodrugestvo. 

O volume é expressivo na comparação com os embarques com destino ao Brasil durante toda a safra 2019/20, de 90 mil toneladas, destaca o analista de mercado de trigo da região do Mar Negro e diretor da SovEcon, Andrey Sizov. "As exportações dos EUA para o Brasil podem sofrer", avalia Sizov. 

“A Rússia passou a vender o cereal para países da América do Sul na temporada 2019/20, após revisão de procedimentos fitossanitários. O trigo russo vem ganhando espaço no mercado brasileiro após o governo federal ter liberado cota anual de importação de 750 mil toneladas por ano para aquisição de trigo de países de fora do Mercosul com isenção de tarifa de 10%. A medida foi adotada em novembro do  ano  passado. Moinhos brasileiros, especialmente do Nordeste, costumam adquirir cereal do Hemisfério Norte para mescla na moagem com trigo nacional e argentino. O Brasil importa cerca de 50% a 60% do volume necessário para moagem - entre 6 milhões e 7 milhões de toneladas por ano”, completa a T&F. 

A previsão da consultoria supera projeções de órgãos oficiais. “O Ministério da Agricultura da Rússia prevê safra de 75 milhões de toneladas. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos  (USDA) estima  que a  Rússia  produza 76,5 milhões de toneladas  de trigo na safra  2020/21, conforme seu relatório de oferta e demanda de julho, ante 73,61 milhões de toneladas colhidas do cereal no ciclo 2019/20 - também estimadas pelo USDA”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink