BRF encerra atividades de frango de corte em Campo Verde (MT)
CI
Frango

BRF encerra atividades de frango de corte em Campo Verde (MT)

Segundo Associação Campoverdense de Avicultura (Acav), pelo menos 280 aviários do município serão afetados
Por:

A BRF informou que reavaliou o escopo da sua unidade agropecuária em Campo Verde, Mato Grosso, com objetivo de otimizar sua cadeia produtiva local.  A unidade do município manterá o foco nas operações na área de grãos. A produção de ração, incubação de ovos e o abate de animais serão deslocados para outras regiões. Segundo Associação Campoverdense de Avicultura (Acav), pelo menos 280 aviários do município serão afetados. A partir de agora serão abatidos os frangos que estão nos aviários, sem novos alojamentos de pintinhos, complementa a associação.

A entidade que reúne os avicultores de Campo Verde afirma que foi pega de surpresa com a decisão da BRF. São 76 avicultores, com 280 aviários, com abate em torno de 105.000 aves/dia. Do total de avicultores, 51 vivem exclusivamente da avicultura “e que estarão a partir de agora sem renda financeira e com o patrimônio parado”. “É praticamente uma vida, um sonho que foram interrompidos, sem a certeza de que um dia voltarão”, afirma a Acav, em nota.

Em comunicado à imprensa, a BRF informa que a companhia está trabalhando para que os cerca de 130 colaboradores ligados a linha interrompida sejam realocados em outros processos produtivos na mesma localidade ou em unidades próximas, dependendo da disponibilidade de mobilidade e a existência de posições equivalentes. A desativação deverá ocorrer a partir da segunda quinzena de julho.

As unidades de Lucas do Rio Verde (GO) e Nova Mutum (MT) receberão a produção em andamento nas granjas integradas e a companhia acompanhará os processos normalmente até o envio dos animais para abate, garantindo o cumprimento dos padrões de produção.

A empresa informa ainda que os termos contratuais vigentes serão honrados junto aos atuais integrados. A BRF irá acionar todos os produtores da localidade nas próximas semanas para comunicar os passos seguintes.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink