Cadeias produtivas sustentáveis ganham cada vez mais força no Acre
CI
Agronegócio

Cadeias produtivas sustentáveis ganham cada vez mais força no Acre

A afirmação é do senador Aníbal Diniz
Por:
O senador Aníbal Diniz (PT-AC) disse nesta terça-feira (6) que as cadeias produtivas sustentáveis ganham cada vez mais força no Acre. Ele relatou viagem que fez na última sexta-feira (2) pelo interior do estado, acompanhando o governador Tião Viana, para a entrega de bônus de certificação de propriedade rural, que remunerará duas mil famílias por serviços ambientais prestados.

- Por meio desse programa, os agricultores que aderem aos roçados sustentáveis recebem bônus de R$ 500 em incentivo a essa prática positiva. Mais de 10 mil pessoas estão sendo beneficiadas com essa iniciativa voltada para a importância de produzir sem degradar. Esse trabalho tem um resultado que vai além da dimensão econômica. É também o resgate da dignidade social do produtor rural e da preservação de seu meio - afirmou.

Aníbal Diniz assinalou que esse é o caminho que pode levar à preservação ambiental das florestas brasileiras e o seu conceito também é um dos principais pontos do projeto do novo Código Florestal. O parlamentar disse que o relator da matéria, senador Jorge Viana (PT-AC), pretendeu, em seu parecer, proteger e recompor a cobertura vegetal brasileira, ao mesmo tempo em que cria segurança para quem quer produzir.

- Estamos diante de um novo código de conduta ambiental. Estamos diante de um novo tempo. Por esse motivo, volto a defender que tenhamos, na votação do novo código florestal, a ponderação necessária para reconhecer a importância do que nos foi possível negociar com os mais diversos segmentos da sociedade - afirmou.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.