Café com Ciência Online promove encontro interativo entre autores e público em geral
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)

Imagem: Pixabay

EVENTO

Café com Ciência Online promove encontro interativo entre autores e público em geral

Programação acontece durante a VI Jornada Científica da Embrapa Amapá
Por:
27 acessos

Cinco publicações técnico-científicas serão lançadas pela Embrapa Amapá nos dias 19 e 23 deste mês, durante o Café com Ciência Online, evento de encontros informais e interativos entre os autores e públicos interessados, por meio do canal da Embrapa no Youtube (https://www.youtube.com/embrapa). A programação faz parte da VI Jornada Científica da instituição, que será totalmente digital este ano devido à pandemia do novocoronavírus e necessidade de distanciamento social. Esta sexta edição da Jornada Científica faz parte da programação da 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2020, que tem como tema "Inteligência Artificial: a Nova Fronteira da Ciência Brasileira".

Na manhã desta segunda-feira, 19/10, por ocasião da abertura da Jornada, serão apresentadas publicações do XI Café com Ciência Online, com dados de estudos sobre o uso do cipó-alho na dieta de alevinos de pirarucu; qualidade de água e produtividade de camarão e de alface em aquaponia; e imunoestimulantes para o sistema imunológico de alevinos de pirarucus. No último dia da Jornada, 23/10, acontecerá o XII Café com Ciência Online, a partir das 15 horas, quando os autores de novos trabalhos vão apresentar informações referentes ao manejo antecipado de plantas daninhas em Sistema Plantio Direto no cerrado amapaense; e ao potencial oleífero e ponto de colheita de inajá em área de ocorrência natural no Amapá.

O Café com Ciência é uma proposta de Boas Práticas originada dos serviços da Biblioteca da Embrapa Amapá, em parceria com o Comitê Local de Publicações (CLP) e o Núcleo de Comunicação Organizacional (NCO). A ação consiste em encontros entre autores de novas publicações e públicos interessados, gerando a oportunidade para apresentações interativas e dinâmicas. "Ao trazer a sociedade para dentro da Embrapa, em especifico a comunidade acadêmica, no intuito de aproximação, para conversar com os pesquisadores, acreditamos na circulação, popularização das informações e conhecimentos especializados aqui gerados", ressaltou a bibliotecária Adelina Belém, idealizadora do Café com Ciência.

Publicações do XI Café com Ciência Online – Dia 19/10 – 9h às 12h

Recomendação do cipó-alho (Mansoa alliacea) na dieta de alevinos de pirarucu para melhoria do crescimento e imunidade.

http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1125430

A pesquisa liderada pelo pesquisador Marcos Tavares Dias constatou que o extrato das folhas do cipó-alho (Mansoa alliacea), borrifado na ração comercial destinada a alevinos de pirarucus, melhorou o desempenho de crescimento e a sanidade dos animais alimentados no experimento e aumentou o seu peso em cerca de 19%. A resistência a infecções por bactérias de ocorrência frequente na piscicultura também mostrou-se maior. O cipó-alho na ração melhorou a resistência imunológica dos alevinos a bactérias que são frequentes em pirarucus em pisciculturas. A professora Márcia Kelly Reis Dias, co-autora da publicação, participou como bolsista da pesquisa para desenvolver sua tese de doutorado em Biodiversidade Tropical, pela Universidade Federal do Amapá (Unifap).

Qualidade de água e produtividade de camarão e de alface em aquaponia em leitos cultivados semissecos. http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1117593

O sistema aquaponia foi a base para este estudo que testou a qualidade da água e a produtividade do camarão e da alface. Na busca por uma solução prática e inovadora, e de baixo custo, a equipe da Embrapa Amapá chegou a este sistema misto que poder ser desenvolvido em escala familiar ou comercial, e tem como características o baixo consumo de água e o alto aproveitamento de resíduos orgânicos para produção vegetal. Os pesquisadores, junto com os acadêmicos bolsistas do CNPq Uclédia Roberta Alberto dos Santos, Rogério Morais de Lima e Claudiana de Lima Castilho, se dedicaram a montar o sistema de leitos cultivados semissecos e canaletas, e entre várias atribuições estava a alimentação dos camarões, durante 90 dias, três vezes ao dia.

Imunoestimulantes para melhoria no crescimento e sistema imunológico de alevinos de pirarucu.

http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1112891

Durante a alevinagem e recria do pirarucu, doenças podem ocasionar perdas econômicas na produção, influenciando negativamente a alimentação, a taxa de crescimento, as condições corporais e a qualidade dos peixes, consequentemente interferindo na produção e na produtividade. É preciso incrementar o manejo alimentar e nutricional, aumentando a imunidade dos peixes, viabilizando uma maior produção e produtividade. Os produtos imunoestimulantes podem ser utilizados como aditivos nas dietas de peixes e são compostos de natureza variada, comerciais e não comerciais. Foram realizados quatro experimentos para verificar a quantidade adequada para pirarucus na fase inicial de desenvolvimento. Os produtos foram testados em dietas para alevinos de pirarucus, em diferentes doses. Marcos Tavares Dias, Márcia Kelly Reis Dias, Maria Danielle Figueiredo Guimarães Hoshino e Eliane Tie Oba Yoshioka assinam a publicação.

Publicações do XII Café com Ciência Online – Dia 23/10 – 15h às 18h

Manejo antecipado de plantas daninhas em Sistema Plantio Direto no Cerrado amapaense.

http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1117949

O objetivo do trabalho foi avaliar a eficiência do manejo antecipado de controle de plantas daninhas com herbicidas, em área de produção de grãos com rotação de culturas em sistema plantio direto no Cerrado amapaense, contribuindo para o alcance do Objetivo do Desenvolvimento Sustentável: ODS 2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável. O trabalho foi implantado na safra de 2018, no Campo Experimental do Cerrado (CEC) da Embrapa Amapá, localizado no município de Macapá (AP). O clima, pelos critérios da classificação de Köppen, é Ami, apresentando período seco definido entre agosto e novembro. A publicação é assinada pelos pesquisadores Luis Wagner Rodrigues Alves, José Francisco Pereira e Ana Elisa Alvim Dias Montagner.

Potencial oleífero e ponto de colheita de inajá em área de ocorrência natural no Amapá.

http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1116786

Este estudo teve por objetivo avaliar o potencial de produção de óleo de amêndoas e o ponto de colheita dos frutos de inajazeiro Attalea maripa (Aubl.) Mart, na região do Pacuí, município de Macapá (AP). Frutos maduros de matrizes georreferenciadas foram coletados para avaliação do teor de lipídeos totais em amêndoas. Também foram coletados frutos aos 90, 60, 45, 30 e 15 dias antes da queda do cacho para avaliação do ponto de colheita. A grande variabilidade e o destaque das matrizes nº 71 e nº 84, em relação ao teor de óleo nas amêndoas, demonstram o potencial produtivo para futuros trabalhos de melhoramento genético, a fim de domesticar a espécie para produção de óleo, com indicação de que o maior período de acumulo de óleo nas amêndoas do inajá pode ser alcançado em até 30 dias antes da queda do cacho. A pesquisadora Valeria Saldanha Bezerra e o analista Leandro Fernandes Damasceno são os autores da publicação. 

Serviço:

Abertura da VI Jornada Científica / XI Café com Ciência

Data: 19 / 10 / 2020 (segunda-feira)

Hora: 9h

Link de acesso: https://www.youtube.com/watch?v=CYArYgrYWws

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink