Ceasa-RJ lança Calendário de Comercialização de Hortifruti na Expofood
CI
Agronegócio

Ceasa-RJ lança Calendário de Comercialização de Hortifruti na Expofood

Com dados sobre safra e entressafra de produtos, material é ferramenta aliada da dona de casa
Por:

A Ceasa-RJ encontrou uma forma especial de comemorar o Mês da Mulher: o Calendário de Comercialização de Hortifrutícola. Com informações sobre safra e entressafra de mais de 50 produtos, o material é uma poderosa ferramenta para a dona de casa programar melhor suas compras. O lançamento será às 16h desta terça-feira, dia 18, durante a Super Rio Expofood, evento anual que reúne empresários e profissionais do setor de alimentos no Riocentro, na Barra da Tijuca.

Elaborado pela Divisão Técnica da Ceasa-RJ (órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, a Sedrap), o Calendário orienta produtores, comerciantes e consumidores em geral. Nele, é possível acompanhar a oferta de legumes, frutas e verduras ao longo de todo o ano, identificando as épocas mais favoráveis para o plantio, comercialização e consumo dos produtos.

Onde encontrar – Além do site e de todos os mercados produtores da Ceasa-RJ, o Calendário estará à disposição em supermercados. O projeto foi desenvolvido com a participação da Associação dos Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj); da Associação Comercial dos Produtores e Usuários da Ceasa Grande Rio (Acegri); e da Associação de Atacadistas e Distribuidores do Estado do Rio de Janeiro (Aderj). Para facilitar, o Calendário classifica como “fraco”, “regular” ou “forte” a oferta mensal de cada produto, indica o melhor período para a comercialização.

- Trata-se de uma ferramenta muito importante para todos os envolvidos no setor de abastecimento. O Calendário é um grande aliado para a dona de casa escolher produtos da época e comprar alimentos diversificados com preços mais acessíveis - explica Sérgio Marcolini, presidente da Ceasa-RJ.

Em março, por exemplo, o consumidor deve dar preferência a repolho, chicória, abóbora, berinjela, chuchu, pepino, pimentão, quiabo, aipim, cenoura, abacate, banana nanica, goiaba, laranja natal, limão taiti, maçã nacional, melancia, pinha e uva Itália. Entre os produtos a serem evitados estão espinafre, jiló, tomate, vagem, batata doce, abacaxi, laranja lima, mamão havaí, melão, morango, tangerina, pêssego e uva rosada. Esses dados fazem parte do levantamento feito por técnicos da Ceasa-RJ para definir a classificação dos produtos. A equipe considerou as quantidades ofertadas por produtores do Rio de Janeiro e de outros estados fornecedores da Ceasa de 2003 a 2012.

- O Calendário traz ganhos para todos da cadeira alimentar. Ele ajuda o produtor a programar suas lavouras, o comerciante a oferecer produtos de mais qualidade e com menores preços, e o consumidor a economizar e ainda manter uma dieta saudável – comemora o secretário de Estado Felipe Peixoto, à frente da Sedrap.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink