Chicago com alta após números já esperados do USDA

ANÁLISE AGROLINK

Chicago com alta após números já esperados do USDA

“Foi levemente altista [...] porque o mercado já tinha feito correções no dia anterior”
Por: -Leonardo Gottems
183 acessos

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na quinta-feira (11.07) alta de 4,75 pontos no contrato de Setembro/19, fechando em US$ 9,05 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 3,25 e 4,75 pontos.

Os principais contratos futuros tiveram uma sessão de altas moderadas no mercado norte-americano de soja, após a liberação do relatório de Oferta e Demanda do USDA. “Foi levemente altista, como mostrou a alta das cotações nesta quinta-feira, porque o mercado já tinha feito correções no dia anterior”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

A ARC Mercosul destaca que o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos trouxe cortes de produção na soja norte-americana e o aumento do milho que provocaram divergências nas reações do mercado em Chicago: “Em linhas gerais, a produção de soja estadunidense em 2019 foi reduzida em quase 8,3 MTs, para um total de 104,5 milhões, decorrente de um corte de 4,5 milhões de hectares (MHa)”. 

“No milho, o aumento de área de 0,5 MHa, já esperado por relatórios passados do Departamento de Agricultura dos EUA, alavancou em 5 MTs a produção estimada neste ano safra. Entretanto, a ARC alerta que o mercado não trouxe uma reação agressiva sobre tais ajustes de incremento no milho, uma vez que há uma consciência generalizada de que as produtividades do cereal deverão ser reduzidas devido aos problemas graves no plantio”, concluem os analistas da ARC Mercosul.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink