China faz mais três negócios com o Brasil
CI
Imagem: Divulgação
MUNDO

China faz mais três negócios com o Brasil

“As ofertas para março de embarque de safra nova brasileira antes do rali CBOT mostraram-se estáveis"
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com a TF Agroeconômica, foram registrados três negócios da China com o Brasil nesta terça-feira e nenhum com os Estados Unidos. Nos mercados físicos, não houve negociações relatadas na segunda-feira ou durante a sessão desta terça-feira, enquanto o mercado aguardava o relatório bombástico do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). 

“As ofertas para março de embarque de safra nova brasileira antes do rali CBOT mostraram-se estáveis no dia em 175 c/bu sobre os futuros de março, mas o o embarque caiu 9 c/bu para 157 c/bu sobre os futuros de março para refletir o maior CBOT. Para a soja dos EUA, o embarque de janeiro foi oferecido em 245-246 c/bu sobre os futuros de janeiro na CFR China, mas caiu 9 c/bu no dia para 232 c/bu sobre os futuros de janeiro. O mesmo embarque da PNW foi avaliado em 225 c/bu sobre os futuros de janeiro, uma queda de quase 10 c/bu no dia”, comenta. 

Nos mercados FOB do Brasil, houve duas negociações relatadas ao longo do dia e a oferta e oferta de spread sobre prêmios aumentou após o relatório Wasde. “As indicações negociáveis foram 12-14 c/bu mais baixas ao longo da curva, indicando que os preços fixos estavam programados para subir US $ 7-8 /t devido à alta nos futuros. A remessa de fevereiro foi licitada e oferecida em uma faixa de 95-125 c/bu sobre os futuros de março, com uma venda relatada a 107 c/bu após a publicação do relatório Wasde - um valor que equivalia a US$ 459,25/t. Além disso, houve uma troca para embarque de junho em 78 c/bu sobre os futuros de julho”, completa. 

“Isso deixou o carregamento de fevereiro em US$ 463/t FOB Santos com um inverso de US$ 13,50/mt até março. O embarque de junho foi avaliado em US$ 449,75/t. Nos EUA, o mercado de barcaças CIF foi 2 c/bu mais fraco ao longo da curva”, conclui. 

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink