China se volta para a soja novamente
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,156 (0,78%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (-0,36%)

Imagem: Divulgação

MERCADO

China se volta para a soja novamente

E ainda não está satisfeita
Por: -Leonardo Gottems
469 acessos

A China comprou 3 cargos dos Estados Unidos para compensar atraso da safra brasileira e outras 3 do Brasil, segundo informações divulgadas pela TF Agroeconômica. A consultoria afirmou que, das 9,0 milhões de toneladas embarcadas pelos EUA em setembro, três quartos do volume estava destinado à China. 

“No entanto, essa demanda ainda não parece estar satisfeita, com a China ativando novamente o norte e o sul do Equador na segunda-feira, comprando um total de 5 cargas – três EUA e duas Brasil – com duas cargas dos EUA programadas para embarque de janeiro e a outra para dezembro. Essas cargas de janeiro destacaram os temores dos trituradores chineses de que eles possam ser pegos sem matéria-prima no ano novo, diante do atraso da soja brasileira e um consequente aumento dos prêmios nos portos brasileiros, tornando os EUA competitivos até pelo menos meados do mesmo mês”, comenta. 

Além disso, com 1,7 milhão de toneladas de um total de 5,5 milhões de toneladas ainda para comprar, de acordo com estimativas do mercado, fontes dizem que haverá demanda aberta por pelo menos mais 20-25 cargas dos portos dos EUA. “Dito isto, na terça-feira a demanda chinesa continuou a se concentrar nos embarques de soja dos EUA para o Golfo e a PNW, bem como os embarques de soja brasileira em fevereiro, março e julho do próximo ano. As ofertas para embarque de novembro na costa oeste foram relatadas em 245 c/bu sobre os futuros de novembro contra ofertas em torno de 248-250 c/bu, o que equivale a um valor de preço fixo de US $ 472/mt CFR China. O embarque de dezembro foi avaliado em um inverso de 3-4 c/bu ($1-1,25/t) a partir de novembro”, completa. 

“Para o Brasil, o embarque de julho de 2021 ficou em 169 c/bu em relação aos futuros de julho versus ofertas de 178 c/bu sobre os mesmos futuros e o embarque de fevereiro oferecido a 230 c/bu sobre os futuros de março, sem nenhuma oferta firme relatada. O indicador APM-6 CFR China para embarque de grãos de soja brasileira em novembro ficou em 286 c/bu em relação aos futuros de novembro, o que equivale a US$ 488/t, US$ 3/t  abaixo no dia”, conclui. 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink