China vê estoques subindo e desacelera compras de soja
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)

Imagem: Divulgação

COMÉRCIO GLOBAL

China vê estoques subindo e desacelera compras de soja

“Apesar da demanda mais lenta, a taxa de esmagamento da soja permaneceu em alto nível"
Por: -Leonardo Gottems
801 acessos

Os estoques de farelo de soja na China na semana passada saltaram para seu nível mais alto desde o início de julho, à medida que as compras de empresas a jusante diminuíram, mas os volumes de esmagamento de soja permaneceram altos em meio a fortes importações. Os estoques subiram de 80.000 toneladas para 960.000 toneladas na semana passada, um aumento de 10.000 toneladas da semana equivalente no mês passado e 70.000 tons mais altas no ano, de acordo com dados do Centro Nacional de Informações sobre Grãos e Petróleo da China (CNGOIC) nesta quinta-feira. 

“Apesar da demanda mais lenta, a taxa de esmagamento da soja permaneceu em alto nível, diminuindo apenas 20.000 tons semanais para 2,04 milhões de toneladas na semana passada. Os estoques de soja também caíram marginalmente para 6,95 milhões de tons na semana passada, uma queda de 10.000 t em relação à semana anterior”, disse a T&F Consultoria Agroeconômica, que foi quem trouxe as informações.  

Além disso, a T&F informou também que a China comprou 4 cargos nos Estados Unidos e nada no Brasil. “Os prêmios FOB portos de Origem no Brasil continuam inalterados e elevados, com outubro recuando 2 cents para +188X, +105U da soja americana. As vendas internas no Brasil não foram expressivas, apenas 300 mil toneladas, por baixa disponibilidade. O mercado de Paper de Paranaguá negociou março a +57H”, completa. 

Em relação aos subprodutos, no porto chinês de Dallian a soja recuou para US$ 675,26 contra US$ 676,47 do dia anterior; o farelo de soja recuou para US$ 428,68, como os US$ 425,17 do dia anterior e o óleo de soja recuou para US$ 876,44 como os US$ 876,82 do dia anterior. “Em  Rotterdam,  o  principal  porto  não-China  de  demanda  de  soja  e subprodutos, o preço do primeiro mês cotado da soja-grão avançou para US$ 387,30/t  contra  os  US$  379,40/t  do  dia  anterior;  o  pellets de  soja  avançou para US$ 385,00, contra os US$ 382,00 do dia anterior, afloat”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink