Chuvas na segunda metade do mês serão um alento para o RS
CI
Imagem: Pixabay
PREVISÃO DO TEMPO

Chuvas na segunda metade do mês serão um alento para o RS

Avanço de frentes frias, aliviam a estiagem com projeções de chuvas acima dos 100 mm
Por: -Aline Merladete

Com a forte atuação do Domo de Calor que castiga e agrava a situação de estiagem na região sul, com as temperaturas em valores extremos e os baixos índices de umidade relativa do ar, como já vem sendo mostrado há vários dias pela reportagem Agrotempo. As projeções matemáticas começam a dar indícios da quebra desse padrão de bloqueio atmosférico, que está aprisionando o ar seco e quente na região.

Os primeiros sinais vão ocorrer como resultado do afastamento da área de alta pressão, que atua nos níveis mais altos da atmosfera, para o Oceano Atlântico. Possibilitando a chegada de umidade sobre o norte da Argentina, sul do Paraguai e Uruguai, além da incursão mais significativa de ar frio vindo do sul do continente. Em conjunto com esses fatores, haverá a formação de áreas de baixa pressão, possibilitando o desenvolvimento de nuvens carregadas. 

A partir do sábado (15/01) já existem condições para o surgimento de nuvens carregadas sobre o RS, mas ainda na forma de chuvas pontuais e passageiras, com acumulados variando entre 5 e 15 mm. 

No domingo (16), ainda existe a possibilidade dessas pancadas ocorrerem. No entanto, o destaque fica para o sul do estado devido ao desenvolvimento de uma frente fria sobre o norte da Argentina e Uruguai, que poderá levar chuvas intensas para a região, gerando acumulados entre 20 e 40 mm. Neste dia há condições para que as chuvas ocorram na forma de fortes tempestades, em decorrência da grande diferença de temperaturas entre as massas de ar. 

A frente fria continua atuando sobre a região durante a segunda-feira (17), também com indicativos de chuvas intensas, sobretudo, nas áreas de fronteira com o Uruguai. Os volumes também são animadores para a região, superando a marca dos 30 mm em alguns pontos. 

Na terça-feira (18), a tendência indica um leve avanço da frente fria para o norte do estado, elevando também as condições para chuvas, especialmente na grande região de Santa Cruz do Sul onde os temporais poderão ser intensos e acumulados próximos dos 50 mm, bem como na grande região de Uruguaiana. 

Entre quarta (19) até a primeira metade de sexta-feira (21) a frente fria manterá as condições de chuvas em quase todas as áreas do estados, entretanto as chuvas previstas entre esses dias não representam grandes volumes. Entre sexta e o início de domingo (22) o tempo será predominantemente firme sobre o RS. 

Porém existe a perspectiva do avanço de uma nova área de baixa pressão sobre o norte da Argentina que poderá dar início em uma segunda frente fria, que atuará com maior intensidade na metade oeste e norte do RS, resultando no desenvolvimento de um ciclone sobre a costa do estado gaúcho. Assim, no final do período os volumes poderão superar os 150 mm na grande região de Uruguaiana, uma das mais afetadas pela estiagem, e áreas com volumes próximos dos 100 mm em Jaguarão, São Borja e Santa Rosa.

Vale ressaltar que, as projeções indicam tendências sobre o comportamento do tempo nos próximos dias, e quanto mais distante a previsão está da data de análise menos assertivo são os valores. Desta forma, seguimos acompanhando a evolução das chuvas projetadas pelos modelos matemáticos.

Material exclusivo elaborado pela equipe Agrotempo.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.