Clima prejudica safra agrícola na Ucrânia
CI
Agronegócio

Clima prejudica safra agrícola na Ucrânia

Por:

A Ucrânia, o sexto maior país exportador mundial de grãos, informou que não tentará restringir suas exportações de grãos este ano, por prever que os exportadores de grãos investirão até US$ 600 milhões no plantio da safra agrícola neste ano.

"Não vamos aprovar quaisquer medidas antimercado", disse o presidente do país, Leonid Kuchma numa entrevista coletiva à imprensa. "De qualquer maneira, não vamos perseguir os exportadores de grãos ou aprovar medidas que envolvam a fiscalização por parte de órgãos policiais."

Clima adverso

A Ucrânia restringiu as exportações de grãos no passado, sempre que não conseguia cumprir suas metas de safra. Este ano, prevê colher cerca de 30 milhões de toneladas de grãos, comparativamente aos 40 milhões de toneladas previstos anteriormente, depois de mais de metade de suas safras de inverno terem sido preju-dicadas pelo clima inadequado para as lavouras. A safra de trigo deverá cair em pelo menos 30% em relação ao ano passado, para 15 milhões de toneladas.

"O trigo foi a lavoura que mais perdemos" com a quebra das safras de inverno, disse Kuchma. Anteriormente este ano, a Ucrânia moveu investigações criminais contra alguns exportadores de grãos e ex-membros do governo, acusando-os de autorizar um excesso de exportação de grãos em 2001 e 2002 e de mau gerenciamento das reservas de grãos do governo. A Ucrânia colheu 38,8 milhões de toneladas de grãos em 2002, dos quais exportou mais de 10 milhões de toneladas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.