CNA debate no Mapa mercado de títulos verdes para financiar o agro

Reunião

CNA debate no Mapa mercado de títulos verdes para financiar o agro

Potencial do mercado de títulos verdes para financiar o setor agropecuário brasileiro
Por:
37 acessos

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, se reuniu com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e com a vice-CEO da Climate Bonds Inistiative (CBI), Justine Leigh-Bell, na quarta (27), em Brasília, para discutir o potencial do mercado de títulos verdes para financiar o setor agropecuário brasileiro.

Os títulos verdes (green bonds) são instrumentos de dívida emitidos por entidades privadas financeiras ou não, ou públicas, em que os recursos captados são usados para financiar projetos e ativos 100% sustentáveis.

A ministra Tereza Cristina afirmou que esse é um assunto que o Brasil ainda precisa avançar. “Muitas empresas estão interessadas em investir no nosso país, mas precisamos mudar a nossa imagem lá fora. Temos que dizer e mostrar que produzimos com qualidade, respeitando o meio ambiente”.

A vice-CEO e diretora de Desenvolvimento de Mercados da CBI, Justine Leigh-Bell, afirmou que as oportunidades do mercado global de títulos verdes estão estimadas em US$ 100 trilhões. “A gente sempre soube que o mercado de títulos verdes no Brasil teria maior potencial no agro. Então estamos aqui para trazer uma alternativa de financiamento para esse setor que já é bastante sustentável”.

De acordo com a assessora técnica da Comissão Nacional de Política Agrícola da CNA, Fernanda Schwantes, fontes alternativas de financiamento para o setor agropecuário são uma prioridade para o Sistema CNA.

“O crédito oficial atende a uma parcela da necessidade de financiamento do setor. Para continuarmos produzindo com incorporação de tecnologias e sustentabilidade, estamos desenvolvendo várias ações e parcerias para fomentar essas fontes privadas”.

Segundo Schwantes, o objetivo dessa parceria com a CBI é apresentar aos investidores externos as boas práticas já desenvolvidas na agropecuária brasileira, e incentivá-los a aplicar seus recursos no Brasil. “As comissões nacionais da CNA estão envolvidas em apresentar esse portfólio de boas práticas das cadeias para atrair esses investimentos”.

A representante-executiva da CBI na América Latina, Thatyanne Gasparotto, disse que a ideia é trabalhar em conjunto com atores do setor público e privado no desenvolvimento de diretrizes políticas nacionais para permitir o acesso desses países às finanças verdes.

Participaram também da reunião representantes do Ministério do Meio Ambiente e da Ecoagro Securitizadora, o diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Daniel Carrara, e o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi.

Climate Bonds Initiative – A CBI é uma organização internacional fundada em 2006, com o objetivo de mobilizar o mercado de capitais de longo prazo para investimento em projetos de diversos setores e ativos que promovam ganhos de eficiência em termos ambientais, como a redução da emissão de carbono.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink