Colheita da soja está a mil, mas mercado para
CI
Imagem: Nadia Borges
COTAÇÕES

Colheita da soja está a mil, mas mercado para

O Paraná registrou queda de R$ 3,0/saca no interior e R$ 1,0/saca no porto
Por: -Leonardo Gottems

No estado do Rio Grade do Sul, a colheita está a mil antes das chuvas, mas os mercados seguem parados, sem navios no porto, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Com os avanços possíveis nesse conturbado mês, a colheita já se aproxima de seus 50%, mas as vendas seguem muito retraídas a ponto de não haver sequer navios nomeados para a soja no porto gaúcho, que se deve, em especial, à atuação incerta do mercado internacional, pela redução da oferta brasileira”, comenta.

“Da mesma forma que o porto, embora tenha ocorrido fraquíssima imposição tanto por parte de CBOT quando do dólar, os preços não melhoraram, pois os produtos fecharam mistos: farelo caiu 0,32% e óleo subiu 0,26%, praticamente se anulando e não permitindo elevação dos preços do grão. Ijuí segue a R$193, Cruz Alta a R$ 193,00, Passo Fundo a R$ 193,50 e Santa Rosa a R$ 193,00. Estima-se que cerca de 3.000 toneladas tenham sido negociadas hoje, mas salientando, se tanto, pois o movimento segue dolorosamente fraco”, completa.

Em Santa Catarina, março registrou o maior preço nominal da história do estado. “Em Santa Catarina os preços permaneceram parados apesar das melhoras em Chicago e do dólar, de fato está complicado a ocorrência de qualquer facilidade para os negócios. Em partes isso se deve a proximidade com o feriado, em outra parte à expectativa do produtor de melhora de preços e pôr fim à progressão da safra, por isso, mesmo com a melhora do dólar e Chicago não fornecendo oposição, muitas regiões mais ao sul do país não se movimentaram”, indica.

O Paraná registrou queda de R$ 3,0/saca no interior e R$ 1,0/saca no porto. “Ponta Grossa, como de costume, por ser mais estreitamente relacionado com as exportações e, também, vir de uma fase de esticamento nos preços, decai em 1,60%, valor equivalente a R$ 3,00/saca e retorna a R$ 185,00. Demais posições, Cascavel, Maringá e Pato Branco, não se movem, permanecendo respectivamente nas indicações de R$ 173,00, R$ 173, e R$ 172,00. Ademais, os negócios seguem bastante lentos e a colheita segue firme, sem mais complicações, em breve será divulgado censo com avanço percentual”, conclui.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.