Colheita da soja volta, mas negócios não
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
MERCADO

Colheita da soja volta, mas negócios não

O Paraná registrou altas de até R$ 2,00/saca para diversas posições, com mercado ainda parado
Por: -Leonardo Gottems

A colheita da soja voltou de forma forte no estado do Rio Grande do Sul, mas os negócios ainda não retornaram, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. “Volatilidade continua marcada nos preços de Chicago (+3,79%) e no dólar (-1,61%), causando forças opostas no mercado brasileiro de soja. Os preços por sua vez seguem variaram pouco, os prêmios também ajudando a parar esta crescente força dos grãos fez com que o mercado ficasse quase imóvel no RS nesta sexta-feira", comenta.

“O preço no interior teve dia sem movimentos para o interior, com exceção de Cruz Alta, que caiu mesmo neste ritmo de pequenas altas, perdendo R$ 0,50 e indo a R$ 196,00. Quanto a Ijuí, Passo Fundo e Cruz Alta, variações não foram vistas, os preços permaneceram em R$ 195,00”, completa a consultoria.

Já Santa Catarina teve dia sem movimentos nos preços ou negócios. “Mercado segue na falta de movimentos anterior após pequenas vendas de quarta-feira, como dito, foi apenas para mostrar vida, mas produtor segue sem querer saber de vender volumes abaixo de R$ 200,00 e o mercado de fato se prendeu nestes níveis de agora a R$ 197,50 para São Francisco do Sul. Além disso, a colheita ainda não acabou, embora se aproxime de seu fim, portanto existem assuntos no campo que tornam ainda mais desnecessário vender a preços abaixo dos requisitados”, indica.

O Paraná registrou altas de até R$ 2,00/saca para diversas posições, com mercado ainda parado. “Foram vistas subidas contidas e contínuas no decorrer de toda a semana, a maior parte das posições seguiu nos mesmos níveis anteriores, aumentando em 0,56%, valor equivalente a R$ 1,00/saca, isso vale para Cascavel, Maringá e Pato Branco que foram a R$ 181,00. Quanto a Ponta Grossa, mais estreitamente relacionado com o porto de Paranaguá, a alta foi também de R$ 2,00/saca o que levou o preço a R$ 196,00”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.