Colheita do café impulsiona geração de empregos no Sul de MG

Agronegócio

Colheita do café impulsiona geração de empregos no Sul de MG

Por:
245 acessos

A agricultura, com destaque para colheita do café, impulsionou a geração de empregos em Minas Gerais e na região Sul do Estado. O saldo positivo chegou a 27.613 trabalhadores com carteira assinada, segundo os dados do Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

Três Pontas foi a cidade do interior mineiro com o resultado mais expressivo, atrás apenas de Belo Horizonte no ranking geral do Estado. Entre contratações e demissões, o saldo foi de 2.135. (2.642 contratações contra 507 demissões). Para o cafeicultor Gláucio Eugênio Figueiredo, o número poderia ser melhor caso houvesse mais oferta de mão de obra.

“Colhemos apenas 25% do total da safra. Isso mostra a necessidade de mais gente trabalhando, mas falta oferta. A concorrência nessa época do ano é grande”, afirmou.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Vicente José da Silva, a quantidade de trabalhadores atuando no mercado informal também prejudicou que os resultados fossem ainda mais expressivos.

Alfenas ficou em terceiro lugar, com 1.127 postos de trabalho gerados. Logo em seguida está Machado, com 915 empregos mantidos. Minas Gerais foi o segundo estado com saldo mais positivo do país. São Paulo ficou com o primeiro lugar.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink