Com oferta de algodão apertada, indústrias pedem isenção de TEC

Agronegócio

Com oferta de algodão apertada, indústrias pedem isenção de TEC

A alta da commodity já dura um mês e meio
Por:
1160 acessos
As indústrias brasileiras estão solicitando a eliminação da Tarifa Externa Comum (TEC) para a importação de 200 mil toneladas de algodão, em meio a uma baixa disponibilidade interna, relatou o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) nesta terça-feira em análise.

Segundo o Cepea, apesar de uma boa safra em 2012, as exportações dos últimos meses enxugaram a disponibilidade interna, ao mesmo tempo em que indústrias precisam se reabastecer.

Nesse cenário, as indústrias começam a pleitear a eliminação da TEC, uma vez que, nas condições atuais, importar acaba por ser ainda mais caro que a compra no mercado doméstico.

O indicador CEPEA/ESALQ com pagamento em oito dias registrou uma alta de 1,87 por cento, fechando na segunda-feira a 2,1718 reais por libra-peso. Em março, o indicador apresentou uma alta de 13,86 por cento, com média de 2,0498 reais por libra-preso.

A alta da commodity já dura um mês e meio.
?
Detect language » Portuguese


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink