Começa a implementação do Pronasolos no PR: Embrapa Florestas coordena as atividades
CI
Evento

Começa a implementação do Pronasolos no PR: Embrapa Florestas coordena as atividades

Paraná é o primeiro Estado a implementar o Programa graças à parceria entre a Embrapa Florestas com a Itaipu Binacional
Por:

A formalização do Projeto PronaSolos Paraná, foi um dos 56 convênios assinados na segunda (02/07), em Curitiba, entre a Itaipu e prefeituras do oeste do Estado para implementação de obras de infraestrutura e de atividades conservacionistas de uso e manejo de água e solo.

O Paraná é o primeiro Estado a implementar o Programa graças à parceria entre a Embrapa Florestas com a Itaipu Binacional, as Secretarias de Estado da Agricultura e Abastecimento, da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, do Meio Ambiente, do Planejamento e Coordenação Geral e dos Institutos Agronômico do Paraná (Iapar), Instituto Ambiental (IAP) e Instituto de Terras, Cartografia e Geociência (ITCG) e a Fapeagro.  A condução do Programa na Embrapa Florestas está sob a coordenação dos pesquisadores Gustavo Curcio e Annete Bonnet.

O Pronasolos no Estado prevê levantamentos de solos e vegetação ciliar em seis módulos regionais, com extensão territorial em torno de 10 mil km² cada. A inserção do levantamento de vegetação em ambientes de rios e nascentes vai auxiliar no planejamento rural com um olhar em sistemas de preservação. O primeiro módulo será implantado na bacia hidrográfica do Paraná III, na região Oeste, entre os municípios de Toledo a Foz do Iguaçu.

Segundo Curcio, a pesquisa vai valorizar o manejo sustentável dos recursos naturais, o que permitirá um desenvolvimento agropecuário ordenado. "Os principais resultados esperados além dos mapas e respectivos relatórios, é a formação de uma base de dados integrada no Estado contendo informações essenciais para interpretar as potencialidades e as fragilidades do solo frente aos diferentes usos, em nível de semidetalhe. Devido à escala de publicação, sem dúvida, será também uma ferramenta importante para as prefeituras municipais para o aprimoramento dos Planos Diretores Municipais.

Annete Bonnet explica que a partir de meados de agosto/setembro deste ano, em Toledo/PR, deve ser realizada a capacitação de seis técnicos de campo responsáveis pelo trabalho de coleta e análises de solos, a ser finalizado em um prazo de dois anos (até julho de 2020). Os técnicos ficarão lotados nos laboratórios do Iapar, em Londrina/PR, da Embrapa Florestas, em Colombo/PR e na estrutura da SEMA em Toledo.  Também serão contratados dois profissionais para dar suporte à parte administrativa e de análise de dados.  Os recursos financeiros, de pessoal e de infraestrutura serão viabilizados pelas instituições parceiras no desenvolvimento do Programa.

Na solenidade de formalização do convênio estavam presentes os Chefes-gerais da Embrapa Florestas, Edson Tadeu Iede, da Embrapa Solos (Rio de Janeiro/RJ) José Carlos Polidoro, o Diretor-presidente brasileiro da Itaipu, Marcos Stamm, o Diretor de Coordenação da Itaipu, Newton Luiz Kaminski, o diretor presidente do IAPAR, Florindo Dalberto e o pesquisador da Embrapa Florestas, Gustavo Ribas Curcio, entre outras autoridades.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink