Comer gordura não engorda, dizem nutricionistas

SAÚDE

Comer gordura não engorda, dizem nutricionistas

"Indicações dietéticas que promovem alimentos de baixo teor de gordura são talvez o maior erro na história da medicina moderna"
Por: -Leonardo Gottems
1129 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

Um relatório do National Obesity Forum do Reino Unido (NOF) indicou que o simples consumo de gordura não causa obesidade e nem colesterol. De acordo com os nutricionistas responsáveis pelo desenvolvimento do relatório, a dieta que vinha sendo recomendada nos últimos 30 anos estava equivocada ao impor o corte de gordura, podendo até ser prejudicial para a saúde humana. 

O relatório explica que a promoção de alimentos com baixo teor de gordura e colesterol, que tem sido a política oficial no Reino Unido desde 1983, foi baseada em uma "ciência com pontos fracos" e levou a um aumento no consumo de carboidratos. Os autores pedem um retorno aos alimentos como carne, peixe e produtos lácteos, bem como alimentos saudáveis com alto teor de gordura, como o abacate. 

O resultado do estudo acabou causando um uma resposta negativa entre a comunidade científica do mundo inteiro por afirmar que o consumo de gordura é saudável. E também por dizer que a gordura saturada não causa doenças cardíacas e que produtos lácteos com alto teor de gordura, como leite, iogurte e queijo, podem realmente proteger o coração. 

Assim, os pesquisadores alertam que os alimentos processados rotulados como “baixo teor de gordura”, “light” ou “baixo colesterol” devem ser evitados a todo custo. Além disso recomendam também que pessoas com diabetes tipo II devem ingerir uma dieta rica em gordura e evitar os carboidratos.  

O cardiologista consultor e membro da Parceria para a Saúde Pública, Dr. Aseem Malhotra, entretanto, disse que as orientações dietéticas que promovem alimentos de baixo teor de gordura "são talvez o maior erro na história da medicina moderna, resultando em consequências devastadoras para a saúde pública”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink