Comércio global de farinha deve repetir 2020
CI
Imagem: Pixabay
MUNDO

Comércio global de farinha deve repetir 2020

O número de embarques da Turquia foi reduzido
Por: -Leonardo Gottems

O comércio global de farinha de trigo está sendo projetado em 14,4 milhões de toneladas na campanha de comercialização de 2020-21, idêntico ao que foi visto no ano anterior, de acordo com o International Grains Council (IGC). Como parte de seu Relatório do Mercado de Grãos, divulgado em 30 de abril, o IGC disse que o comércio de farinha diminuiu 700.000 toneladas em relação à atualização anterior em janeiro. 

O IGC observou que as projeções reduzidas de importação do Iraque (-200.000 toneladas), Iêmen (-400.000), Afeganistão (-300.000), Síria (-100.000) e Angola (-100.000) foram "apenas parcialmente compensadas por pequenas revisões em alta em um número de outros países. Embora o número de importações para o Afeganistão seja reduzido em relação à projeção trimestral anterior, o país ainda está a caminho de receber 500.000 toneladas a mais de farinha de trigo do que o total do ano anterior de 1,7 milhão de toneladas”. 

Em grande medida, o número reduzido de importações de países como Iraque, Iêmen, Síria e Angola reflete um ritmo mais lento do que o previsto das exportações do maior exportador mundial, a Turquia. O número de embarques da Turquia foi reduzido pelo IGC neste trimestre em 400.000 toneladas, para 4,5 milhões, cerca de 2% a menos que a estimativa do ano anterior. 

Em segundo lugar, atrás da Turquia em exportações em 2020-21, está o Afeganistão com 2,4 milhões de toneladas, seguido pela Argentina com 900.000 toneladas, Egito com 700.000 toneladas e União Europeia com 620.000 toneladas. Prevê-se que o Afeganistão seja o maior importador mundial de farinha de trigo com 2,2 milhões de toneladas, seguido pelo Iraque com 1,85 milhão de toneladas, Uzbequistão com 600 mil toneladas, Iêmen com 500 mil toneladas e Bolívia com 450 mil toneladas. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink