Como a IoT pode revolucionar o campo?
CI
Imagem: Arquivo
TECNOLOGIA

Como a IoT pode revolucionar o campo?

“A inovação no campo, portanto, é uma grande notícia"
Por: -Leonardo Gottems

A Internet das Coisas (IoT) está revolucionando todos os processos produtivos ao redor do mundo e pode chegar revolucionando também o campo e a agricultura como um todo. De acordo com Romulo Cioffi, que é vice-presidente de Operações do Grupo Squadra, em um texto publicado no portal especializado itforum.com.br, veículos autônomos, redes complexas com dispositivos interagindo de forma automática e sistemas inteligentes estão ajudando a predizer cada passo das operações. 

“A inovação no campo, portanto, é uma grande notícia. Ainda mais quando destacamos a importância do setor agro para a economia de nosso País. Hoje, o segmento é responsável por movimentar cerca de R$ 1 trilhão por ano, o que representa mais de 20% de todo o Produto Interno Bruto nacional. Além disso, quase 40% dos empregos criados no Brasil têm relação direta ou indireta com a indústria do campo”, comenta ele. 

Ele garante ainda que a utilização cada vez mais efetiva da tecnologia é um caminho prático para impulsionar os resultados do segmento e, consequentemente, da indústria brasileira como um todo. “Mais do que isso: em tempos como os atuais, diante da crise aberta pela pandemia do coronavírus, a modernização e globalização da economia agropecuária pode representar uma chance prática para sustentar a retomada real da atividade interna”, completa. 

“Mas o que, afinal, esse conceito tecnológico agrega para o campo? A resposta é simples: o uso de recursos de IoT no campo permitirá cada vez mais a automação de diversas etapas cotidianas do trabalho – como por exemplo, a colheita, o plantio, o manejo do gado e o comércio de carne – reduzindo desperdícios e maximizando os resultados. Com essa tecnologia será possível, entre outras medidas, conectar várias soluções utilizadas para monitoramento do campo, ampliar o uso de sensores de georreferenciamento que permitam, por meio de Inteligência Artificial, sugerir decisões específicas para o produtor e muito mais”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink