DA EMBRAPA

Compostos da gravioleira têm potencial inseticida

Produtos a caminho
Por: -Leonardo Gottems
384 acessos

Algumas substâncias encontradas na gravioleira estão sendo pesquisados há pelo menos quarenta anos. Os compostos são acetogeninas anonáceas, que são derivados de ácidos graxos, que tem ropriedades inseticidas, anti-helmínticas e anticancerígenas. Em novo estudo, a Embrapa e a Unicamp tentam contribuir para que essas substâncias cheguem ao mercado.

No estudo, os pesquisadores tentam transformar as folhas em produtos, como suplementos alimetantares, sem perder os princípios ativos de interesse. Segundo Ingrid Vieira Machado de Moraes, da Embrapa Agroindústria Tropical, , as acetogeninas anonáceas já foram amplamente estudadas, mas ainda não existe um produto padronizado, cuja concentração seja determinada e segura para consumo humano. “Pesquisas em todo o mundo têm confirmado o que o conhecimento tradicional aponta: componentes bioativos naturais presentes nas folhas, caule, casca e semente dos frutos da gravioleira apresentam comprovado efeito anticancerígeno”, afirma Ingrid.

A folha da gravioleira desidratada já é comercializada na forma de cápsulas e sachês de chá, obtidos a partir da secagem e trituração das folhas. Nesse procedimento, os compostos bioativos presentes nas folhas, encontrados na ordem de partes por milhão, estão misturados a diversos outros compostos e suas concentrações não são determinadas.

A pesquisadora extraiu os compostos bioativos utilizando um solvente reconhecido como seguro para o consumo humano, o etanol. O estudo foi realizado no Departamento de Tecnologia de Alimentos da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp.

“O conhecimento das concentrações de moléculas potencialmente citotóxicas, como as acetogeninas anonáceas, é de extrema relevância para o consumo seguro dos produtos que contêm esses compostos”, relatou.

Outras pesquisas ainda são necessárias para transformar o extrato em produto. O estudo ainda precisa de análises de estabilidade das moléculas e padronização dos extratos. O objetivo é melhorar o método de produção e a qualidade final do extrato, dando condição de informar a concentração dos princípios ativos presentes.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink