Concluindo fusão com Arysta, UPL lança "OpenAg"

EMPRESAS

Concluindo fusão com Arysta, UPL lança "OpenAg"

“Os agricultores precisam de tecnologias que os ajudem a serem mais flexíveis"
Por: -Leonardo Gottems
1124 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Logo após finalizar o seu processo de fusão com a Arysta LifeScience Inc, a UPL Limited lançou o seu conceito de “OpenAg”, um novo objetivo da empresa que irá trabalhar por uma agricultura mais moderna, colaborativa e aberta a inovações, tanto nos produtos, como também nas tecnologias. De acordo com Jai Shroff, Diretor-Geral Global da UPL, a companhia é, agora, líder global em soluções agrícolas. 

“Através do OpenAg, temos como objetivo transformar a agricultura, criando uma rede agrícola aberta para alimentar um crescimento sustentável para todos. A UPL oferecerá uma escolha mais ampla, maior valor e sustentabilidade para garantir o suprimento mundial de alimentos. Com um portfólio diversificado e um alcance global aprimorado, acreditamos que a nova UPL estará entre as empresas mais inovadoras, empolgantes e admiradas em nosso setor”, comenta o executivo. 

Shroff explica ainda que a integração das duas marcas está adiantada e toda a equipe de gerenciamento está focada na criação de valor e na garantia de sinergias para conseguir trabalhar de forma harmonizada logo após a transação. Isso porque a união já recebeu aprovações regulatórias incondicionais globalmente das autoridades e já anunciou as equipes de liderança global, regional e nacional. 

“Os agricultores precisam de tecnologias que os ajudem a serem mais flexíveis, que maximizem resultados e que respeitem o meio ambiente frente a uma cadeia de alimentos cada vez mais sofisticada. Acreditamos que a UPL pode oferecer um portfólio de tecnologias desde a proteção de cultivos a inovadoras plataformas híbridas. O nosso pipeline combinado de biossoluções sinaliza o surgimento de uma nova era na agricultura sustentável como parte de programas integrados de manejo de pragas e nutrição”, conclui. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink