Confira como andam os preços do milho
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,636 (-1,30%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (2,18%)

Imagem: Marcel Oliveira

COTAÇÕES

Confira como andam os preços do milho

Em Santa Catarina os consumidores de milho continuam se abastecendo principalmente do Mato Grosso do Sul
Por: -Leonardo Gottems
356 acessos

No Rio Grande do Sul, de acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, os vendedores já falam em preços entre R$ 64,00/65,00 FOB. “Os preços chegaram a R$ 65,00 em Ibirubá e R$ 64,00 em Vacaria, na metade de setembro, duas semanas antes de nossa previsão. Se não for feita nenhuma importação, a tendência é de os pequenos consumidores locais manterem e aumentarem os preços, pela impossibilidade financeira e logística de fazerem estoques”, comenta. 

Em Santa Catarina os consumidores de milho continuam se abastecendo principalmente do Mato Grosso do Sul. “Sem muito milho disponível no estado, as fábricas de ração e indústrias de carne se abastecem cada vez mais com milho vindo do Mato Grosso do Sul. Os preços do milho local permaneceram a R$ 63,00 no Alto Vale do Itajaí, subiram um real/saca para R$ 63,00 em Campos. Novos e permaneceram a R$ 58,00 em Canoinhas  e Chapecó. Em  Concórdia e Joaçaba os preços permaneceram em R$  64,00. Em Mafra mantiveram R$ 61,00/saca”, completa. 

No Paraná, mesmo com pouquíssimas ofertas, os preços estão andando de lado. “Nos Campos Gerais, região de Ponta Grossa, mercado de lotes spot manteve os R$ 55,00 posto fábricas do dia anterior, para entrega e pagamento em setembro e outubro. No Norte do estado, preço spot entre R$ 56,00 e R$ 58,00, dependendo do local. No Oeste ao redor de R$ 56,00/ saca”, informa.  

No Mato Grosso do Sul os preços voltaram a subir com boa demanda dos estados do Sul. “Nesta semana, da safra 2019/20 foram negociadas 40.000 toneladas ao preço médio de R$ 48,00/saca na região de Dourados, 100% para o mercado interno no RS e SP. Da safra 2020/21 foram negociadas 70.000 toneladas ao preço médio de R$ 40,00/saca, 100% para o mercado externo”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink