Confira como estão os preços do milho no Brasil
CI
Imagem: Marcel Oliveira
COTAÇÕES

Confira como estão os preços do milho no Brasil

Em Santa Catarina, os preços subiram para R$ 65,50/saca
Por: -Leonardo Gottems

No Rio Grande do Sul, o preço do milho se mantém a R$ 66 em Ibirubá e atingiu o mesmo nível em Santa Rosa nesta sexta-feira, segundo informações da T&F Consultoria Agroeconômicas. “A escassez desta matéria-prima está provocando forte pressão de alta nos preços, exigindo dos compradores uma estratégia extra para conseguir mantê-los dentro dos seus padrões de lucro. Nesta semana o preço se manteve em Ibirubá, mas subiu para R$ 66,00 em Santa Rosa, segundo levantamento do Broadcast”, comenta. 

Em Santa Catarina, os preços subiram para R$ 65,50/saca. “Os preços médios do milho subiram mais R$ 0,50/saca nesta semana para R$ 65,50 nas praças de Concórdia e Joaçaba. No Alto Vale do Itajaí os preços subiram 1,59% para R$ 64,00/saca, em Chapecó subiram 3,97% para R$ 62,36, e recuaram 6,46% para R$ 60,80 em Mafra. Os preços para o produtor se mantiveram em R$ 53,00/saca no Alto Vale do Itajaí, R$ 54,00 em Campos Novos, R$ 54,00 em Canoinhas e Chapecó, em Concórdia e Joaçaba também a R$ 54,00, R$ 53,50 em Mafra, R$ 54,00 em Pinhalzinho e subiam um real/saca para R$ 52,75 em Xanxerê”, completa. 

No Paraná, as empresas elevaram em média R$ 2,00 na tentativa de provocar vendas. “Já no mercado de lotes, os compradores estão elevando os preços na tentativa de estimulas as vendas dos agricultores. Nos Campos Gerais, região de Ponta Grossa, mercado de lotes spot subiram um real/saca para R$ 57,00 posto fábricas, para entrega e pagamento em setembro e subiram mais 1,50 R$ 59,00 para outubro. No Norte do estado, preço spot ao redor de R$ 58,00, dependendo do local. No Oeste ao redor de R$ 56,00/ saca”, informa. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink