Confira o mercado de trigo nos estados
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,684 (-0,49%)
| Dólar (compra) R$ 5,47 (1,26%)

Imagem: Paulo kurtz/ Embrapa

COTAÇÕES

Confira o mercado de trigo nos estados

Em Santa Catarina, sem ofertas, os preços continuam inalterados.
Por: -Leonardo Gottems
436 acessos

No Rio Grande do Sul foram negociados lotes de trigo pão, na Serra, a preços parecidos: R$ 1.280 e em outras regiões a R$1.150,00, de acordo com o que informou a T&F Consultoria Agroeconômica. “Nas Missões a R$ 1.200,00/ton FOB para trigo pão disponível. Há demanda para pelo menos mais 10.000 toneladas de trigo, mais trigo, sem ofertas. Trigo branqueador saiu a R$ 1.300,00 na Serra”, comenta. 

Em Santa Catarina, sem ofertas, os preços continuam inalterados. “As indicações de preço para o trigo no mercado de lotes em Santa Catarina continuaram ao redor de R$57,00 em Chapecó e Mafra. Para o produtor, no mercado de balcão, R$ 60,00 em Campos Novos, R$ 50,00 em Concórdia e Joaçaba, R$ 55,00 em Pinhalzinho, R$ 54,50 em Xanxerê e R$ 60,00 em Campos Novos. Para safra nova, os preços ouvidos giram em torno de R$ 850,00 para novembro”, completa. 

Já no Paraná, os preços da safra nova começam a mudar. “Os preços do pouco trigo disponível continuam inalterados, embora sem negócios pela falta de ofertas. Os preços teóricos giram entre R$ 1.250,00/R$ 1.300 CIF no norte do Paraná. Em Ponta Grossa R$ 1.300,00 CIF para o disponível. No Oeste do estado pequenos lotes negociados a R$ 1.300/1.330,00 spot”, indica. 

“Haverá trigo paraguaio de safra nova na última semana de julho a US$ 200 CIF Oeste do PR. Pouco mais de um mês antes do início da safra de trigo 2020 em Alto Paraná e Canidyyú, em Amambay será colhida na última semana de julho. Os preços das entregas de agosto estão a $245 no Oeste do Paraná para trigo 2019, vale $200 se for 2020. Em MS só há demanda para o novo a US$ 205 desde setembro. No Campo 9 os preços do trigo 2019 voltaram por US$ 220, US$ 5 a menos. Nesse destino, há uma chance de que eles comecem em US$ 190”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink