Congresso discute avanços e desafios do tomate industrial
CI
Agronegócio

Congresso discute avanços e desafios do tomate industrial

7º Congresso Brasileiro de Tomate Industrial
Por:
Encontro irá reunir a cadeia agroindustrial e profissionais ligados ao ensino, pesquisa e extensão rural, em Goiânia (GO)

O 7º Congresso Brasileiro de Tomate Industrial (CBTI) acontecerá simultaneamente com a Feira de Produtos e Negócios no período de 26 a 28 de novembro, no Centro de Convenções de Goiânia (GO).

O encontro irá reunir a cadeia agroindustrial e profissionais ligados ao ensino, pesquisa e extensão rural em torno do tema "Integração Agrícola e Industrial".

O evento incluiu na agenda a comemoração do centenário da agroindústria do tomate no Brasil, com a apresentação "Agroindústria do tomate no Brasil: 100 anos de história e evolução".

Objetivo é realizar uma retrospectiva com todas as fases de desenvolvimento da atividade, iniciada em 1914, na cidade de Pesqueira, em Pernambuco.

Panorama

Hoje, o Cerrado goiano é apontado como o polo agroprocessador de tomate mais importante do Brasil e da América do Sul, fator preponderante para colocar o País na quinta posição entre os dez maiores produtores mundiais.

Parceira de primeira hora do CBTI, a Embrapa Hortaliças (Brasília-DF) desempenha um papel importante nessa conquista: uma presença mais constante de pesquisadores da Unidade nas áreas produtoras tem favorecido a identificação e um maior controle de doenças, plantas daninhas e insetos-praga da cultura.

"Temos atendido frequentemente diversas demandas de processadoras e das empresas de insumos para realizar treinamentos na área de fitossanidade", informa a pesquisadora Alice Quezado, da área de Fitopatologia e integrante do comitê executivo do evento.

Produção industrial

Primeiro híbrido nacional de tomate para processamento industrial, o BRS Sena pode ser visto como mais uma contribuição importante da Embrapa Hortaliças para o setor. Lançado em 2012, no ano seguinte, o híbrido passou a ser comercializado pela empresa licenciada "Eagle Flores, Frutas & Hortaliças" e, em 2014, alcançou os campos de produção do País.

Para a pesquisadora, que coordenou o projeto "Introdução de Híbrido Nacional de Tomate Indústria na Cadeia Produtiva", o BRS Sena representa uma ferramenta colocada à disposição dos produtores para auxiliar na redução de danos provocados pelos begomovírus, principalmente em épocas de alta pressão desses patógenos.

Programação

Além da participação de pesquisadores da Embrapa Hortaliças em painéis e minicursos, o 7º CBTI vai contar com os palestrantes Tom Turini, da Universidade da Califórnia (EUA).

O pesquisador abordará os avanços e desafios da mecanização do manejo cultural e da colheita do tomate industrial, e do coordenador do Conselho Mundial do Tomate para Indústria, o argentino Cosme Argerich, com o tema "Panorama global do setor de tomate industrial e perspectivas futuras".

A Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (UFG), Embrapa Hortaliças e Associação Brasileira de Horticultura (ABH) são as instituições promotoras do evento.

Fonte:
Embrapa

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.