CI

Consultoria confirma tendência da área de soja

Devido a condições climáticas irregulares, a produtividade potencial da safra 2023/24 de soja no Brasil foi revisada para baixo


Foto: Nadia Borges

A DATAGRO Grãos divulgou seu terceiro levantamento sobre a safra 2023/24 de soja no Brasil, confirmando a tendência de aumento na área plantada. O país está a caminho do 17º ano consecutivo de crescimento, com a área passando de 44,684 milhões de hectares na temporada anterior para 45,364 milhões de hectares no ciclo atual, um aumento de 1,5%. O economista Flávio Roberto de França Junior, líder de conteúdo da DATAGRO Grãos, destaca que esses números são preliminares e passíveis de ajustes.

“Evidentemente, são números preliminares e sujeitos a ajustes nos próximos levantamentos”, comenta Flávio Roberto de França Junior, economista e líder de conteúdo da DATAGRO Grãos. “Mais uma vez, os fatores de estímulo ao cultivo da soja dominaram sobre os restritivos e estão prevalecendo na decisão dos produtores brasileiros, mas bem diferente da empolgação vivida na definição da área nas últimas duas safras”, complementa.

Devido a condições climáticas irregulares, a produtividade potencial da safra 2023/24 de soja no Brasil foi revisada para baixo, de 3.581 kg/ha em outubro para 3.451 kg/ha, uma queda de 2,0% em relação à safra anterior. Há possibilidade de novas reduções dependendo do clima. A produção potencial foi reavaliada em 156,573 milhões de toneladas, 4,4% abaixo da estimativa anterior de 163,719 milhões de toneladas. Se confirmado, isso representaria uma diminuição de 0,4% em relação à safra recorde anterior de 157,227 milhões de toneladas.

O levantamento da DATAGRO Grãos confirmou uma redução na área plantada de milho de verão e inverno na safra 2023/24 no Brasil. A projeção para a área de verão é de 4,137 milhões de hectares, com uma diminuição de 8,2% em relação à temporada anterior. Apesar dos efeitos relativamente positivos do El Niño e do uso de tecnologia avançada, a primeira safra de milho tem um potencial de produção de 25,869 milhões de toneladas, indicando uma redução de 7% em comparação com a safra prejudicada de 2023, que totalizou 27,864 milhões de toneladas.

Assine a nossa newsletter e receba nossas notícias e informações direto no seu email

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.