Cooperativa paranaense investe R$ 110 milhões em frigorífico de peixes

Agronegócio

Cooperativa paranaense investe R$ 110 milhões em frigorífico de peixes

Unidade está em fase de terraplanagem e deve ficar pronta no final de 2017
Por:
1952 acessos

De olho numa fatia de mercado que tem grande potencial de crescimento – a produção de pescado deve subir 104% no Brasil até 2025, segundo as Nações Unidas -, a cooperativa C. Vale, com sede em Palotina (PR), está investindo R$ 110 milhões na construção de um frigorífico de peixes. A obra já começou e, por enquanto, está em fase de terraplanagem. A previsão é de que o frigorífico seja inaugurado em dezembro de 2017 e processe 50 toneladas por dia. De acordo com a assessoria de imprensa da cooperativa, no entanto, o objetivo inicial é trabalhar com tilápias, mas, dependendo da demanda, outras espécies também podem ser incluídas na lista e a capacidade chegar a 150 toneladas diárias.

O frigorífico está sendo construído em Palotina, ao lado do complexo de aves da cooperativa, aproveitando a estrutura de logística. Ainda não há uma estimativa de quantos empregos serão gerados, mas a expectativa é boa, já que, em 2015, as atividades da C. Vale geraram R$ 217 milhões para prefeituras e cinco estados onde a empresa atua.

“Os investimentos melhoraram as condições de vida dos associados e permitiram que muitos filhos de produtores permanecessem na propriedade. A renda extra estimulou os negócios no comércio, gerou milhares de novos postos de trabalho e melhorou a arrecadação dos municípios”, afirma o presidente da C. Vale, Alfredo Lang.

Para 2016, o faturamento da cooperativa deve chegar a R$ 7 bilhões.

Sobre a Cooperativa

A C. Vale completou 53 anos em novembro. Atualmente, a cooperativa – que começou com 24 associados – tem 18,6 mil sócios e 7,6 mil funcionários. Considerando os dependentes, são mais de 100 mil pessoas envolvidas. Com 141 unidades de negócios, a C. Vale atua nos estados do Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Paraguai.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink