Agronegócio

Cummins terá motor para rodar com até 20% de biodiesel

Nos experimentos já realizados com a mistura em 5% não se detectou nenhum problema com o desempenho nos motores testados
Por: -Redação
2 acessos

A Cummins terá, a partir de janeiro de 2009, condições de colocar no mercado brasileiro motores certificados e aptos a rodar com uma mistura de até 20% de biodiesel (B20) ao diesel convencional. A informação foi passada pelo gerente de Marketing da empresa Luis Chain Faraj. Ele ressaltou, no entanto, que o funcionamento adequado do motor com essa mistura depende de o combustível estar em conformidade com as normas ASTMD6751 (americana) e EN14214 (européia).

Ainda segundo Chain, nos experimentos já realizados até agora com a mistura em 5% (B5) – a Cummins acumula um total de aproximadamente 300 mil quilômetros de testes em campo – não se detectou nenhum problema com o desempenho nos motores testados. “Definimos esse prazo - janeiro de 2009 - exatamente para que possamos realizar todos os testes necessários para garantir ao usuário que nosso motor apresentará o desempenho excelente que é nosso padrão”, afirma Chain, adiantando que os testes com B20 começaram este ano.

Ele salienta que, em razão da reputação de motor confiável, resistente e econômico que a Cummins tem no mercado, é necessário ter plena certeza de que a operação com a mistura de biodiesel não afetará o motor. “Não podemos colocar em risco a imagem e a boa reputação da companhia”, observa Chain. Segundo o executivo, o programa de desenvolvimento de novos combustíveis, especialmente o do biodiesel, é parte importante da estratégia mundial de negócios da Cummins. As informações são da assessoria de imprensa da Cummins.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink