Demanda por mandioca supera oferta e sustenta cotações
CI
Imagem: Marcel Oliveira
DEMANDA

Demanda por mandioca supera oferta e sustenta cotações

Apesar da maior oferta, a demanda por matéria-prima por parte da indústria aumentou com mais força
Por:

Diante das incertezas quanto aos impactos de possíveis paralisações generalizadas nas próximas semanas, devido à Covid-19, o mercado de mandioca esteve mais “eufórico” nos últimos dias. Do lado da oferta, agricultores intensificaram a colheita, temendo que as empresas interrompam suas atividades – o foco esteve nas lavouras com mais de 18 meses.

Além da preocupação com as atividades industriais, produtores têm necessidade de capitalização e de entrega de áreas de arrendamentos e também buscam minimizar as perdas de áreas que apresentam podridão.

No entanto, apesar da maior oferta, a demanda por matéria-prima por parte da indústria aumentou com mais força, segundo colaboradores do Cepea, o que sustentou as cotações da raiz. Entre 16 e 20 de março, o preço médio da raiz posta nas fecularias foi de R$ 382,65 por tonelada (R$ 0,6655 por grama), aumento de 0,7% frente à média da semana anterior. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.