Dia do Avicultor: há o que comemorar
CI
Imagem: Pixabay
AGRONEGÓCIO

Dia do Avicultor: há o que comemorar

Hoje o Brasil é o segundo maior produtor e maior exportador mundial
Por: -Eliza Maliszewski

28 de agosto é o Dia do Avicultor e da Avicultura. A atividade teria começado no Brasil já na época do descobrimento. Em 1503 foi o navegador português Gonçalo Coelho que trouxe os primeiros exemplares.

A atividade comercial é mais recente. Começou por volta de 1860 em Minas Gerais mas ainda de forma não profissional. Eram galinhas caipiras, criadas soltas e que levavam seis meses para chegar ao abate. Dez anos depois a atividade expandiu para São Paulo e chegou ao Sul.

O processo de modernização e de produção em escala da avicultura no País começou na década de 30, em razão da necessidade de abastecer os mercados que já eram gigantescos na época. A partir dos anos 50, a avicultura brasileira ganhou impulso com os avanços da genética, com o desenvolvimento das vacinas, nutrição e equipamentos específicos para sua criação. As grandes agroindústrias avícolas brasileiras ganharam estrutura no início dos anos 60.

Hoje o Brasil é o segundo maior produtor, com cerca de 13 milhões de toneladas, e maior exportador mundial, com quase 4 milhões de toneladas. De acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) a atividade deve crescer 4% neste ano, com 13,7 milhões de toneladas. No mercado interno, os níveis de consumo também deverão crescer. As projeções indicam elevação de 2,5%, com total de 43,9 quilos per capita neste ano.

“Graças à competência e dedicação de nossos avicultores, somos referência mundial em qualidade, status sanitário, sustentabilidade e produtividade, o que nos permite liderar as exportações mundiais de carne de frango e ocupar posição de destaque na produção de ovos, com mais de 1,3 mil unidades produzidas por segundo”, avalia o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

São mais de 120 mil famílias de pequenos produtores em todo o Brasil que investem em biosseguridade e bem-estar. Com isso atrai compradores importantes como a Ásia, que demandou 988 mil toneladas somente neste ano.  O frango brasileiro também ganhou o exigente mercado árabe com o produto halal.  Em 2020 O total de frango halal exportado pelo Brasil é responsável por, em média, 40% das exportações brasileiras da proteína. Em ovos também há otimismo. A produção caminha para um recorde de 53 bilhões de unidades.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink