Distribuição dos abates formais
CI
Agronegócio

Distribuição dos abates formais

Provavelmente esta redução possa ser atribuída à diminuição da oferta de fêmeas de descarte
Por:
Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na média dos últimos quatorze anos, os abates recuam 4,1% em abril, na comparação com março.

Provavelmente esta redução possa ser atribuída à diminuição da oferta de fêmeas de descarte, o que acaba reduzindo o volume abatido.

Já em maio em relação a abril, na média dos anos analisados, a quantidade abatida aumenta 8,4%. Esta movimentação está ligada à saída de animais de pasto, com a diminuição da qualidade das pastagens.

 
Vale destacar que a distribuição dos abates é influenciada pela qualidade das pastagens e demanda por carne, dentre outros fatores.

Aumento no volume abatido entre abril e maio foi observado em treze dos últimos quatorze anos (exceto em 2008).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink