Distrito de Irrigação Formoso/BA pode ter área de produção duplicada
CI
Agronegócio

Distrito de Irrigação Formoso/BA pode ter área de produção duplicada

Os agricultores festejaram também a decisão de substituir e modernizar o sistema de irrigação do distrito
Por:
Um dos maiores projetos de irrigação da Bahia, implantado há mais de duas décadas pela Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), o Distrito de Irrigação Formoso, no município de Bom Jesus da Lapa, pode ter a área de produção duplicada, passando de 8 mil para 16 mil hectares. Este foi o principal acordo firmado entre a Codevasf, o governo da Bahia, através da Secretaria da Irrigação, e produtores, no terceiro dia de realização da 25ª edição do projeto Seagri Itinerante. Os agricultores festejaram também a decisão de substituir e modernizar o sistema de irrigação do distrito, atendendo aos pequenos agricultores, num pacto em que a Codevasf entra com 80% dos recursos e o Estado com 20%.


“Nunca se viu nada parecido”, disse Ady Oliveira, administrador do distrito e representante do setor produtivo, destacando os resultados positivos da reunião de trabalho com o secretário estadual da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles. E todo seu gabinete; presidente da Codevasf, Clementino Coelho; secretário nacional de Irrigação, Ramon Rodrigues; prefeitos dos municípios do Território do Velho Chico, e centenas de agricultores do distrito de irrigação, além dos deputados estaduais Mário Negromonte Júnior e Eures Ribeiro, além do deputado federal Sérgio Brito.

O secretário Eduardo Salles e o presidente da Codevasf, Clementino explicaram que para viabilizar a ampliação da área de produção do distrito a estratégia é simples. A idéia é colocar em produção os quatro mil hectares irrigáveis, que estão prontos mas não estão produzindo por diversas razões, e utilizar mais quatro mil hectares que são hoje área de preservação ambiental, compensando com a aquisição de outra área do mesmo tamanho na mesma bacia. “Queremos diversificar as culturas no distrito, e introduzir a produção de cana. Os quatro mil hectares que pretendemos acrescentar poderão ser cultivados por uma cooperativa formada por filhos de agricultores do distrito e por filhos dos associados da Cooperativa Pindorama, de Alagoas, que tem experiência, e implantar uma destilaria”, Explicou Salles, acrescentando que “buscaremos o apoio da Pbio, (Petrobras Biocombustível), para esse projeto”.


O Distrito de Irrigação Formoso possui área total de 19,5 mil hectares, sendo 12,1 mil hectares de área irrigável e 7,4 mil de reserva legal, de área inapta e de sequeiro. Dos 12,1 há irrigáveis, somente 8 mil hectares estão irrigados, sendo que parte dos lotes não está produzindo em função de diversas dificuldades dos agricultores, entre elas a questão do endividamento e restrições no Cadin. Esse quadro foi debatido na reunião que durou toda a manhã desta quarta-feira, (7), finalizada com a formação de uma comissão formada por representantes dos distrito, da Codevasf e da Seagri/Superintendência de Irrigação, para analisar caso a caso e dar condições de trabalho aos agricultores que querem produzir.

Depois de analisar todas as demandas do distrito de Irrigação, foram formalizadas as seguintes decisões: modernização do sistema de irrigação nos lotes de todos os pequenos produtores; negociação caso a caso das questões de produtores com o Cadin e criação de uma comissão com essa finalidade; levantamento das comunidades difusas para verificar a viabilidade de implantação de sistema simplificado de abastecimento de água, cuja operação deverá ser do Estado, através da CAR ou Embasa; possibilidade de implantação de uma unidade de beneficiamento de frutas através da Suaf e dentro do Programa Vida Melhor; aquisição de veículo pela Codevasf; negociação caso a caso dos lotes que estão com pendência na Justiça, e recuperação da malha viária do projeto, estando os primeiros 130 quilômetros para ser iniciados em parceria Condevasf/Derba. A Codevasf vai liberar uma área para construção de uma escola, e a implantação de torre de telefonia móvel será solicitada à Secretaria de Infraestrutura.


A programação da Seagri Itinerante continua hoje com diversos encontros de trabalho com agricultores nos municípios de São Felix do Coribe, Canápolis, Santana e Serra do Ramalho. Estão com o secretário Eduardo Salles os superintendentes de Agricultura Familiar, de Irrigação e de Desenvolvimento da Agropecuária, Wilson Dias, Marcelo Nunes e Raimundo Sampaio; o coordenador do CDA, Luiz Anselmo; os presidentes da EBDA e da Bahia Pesca, Elionaldo Faro e Isaac Albagli, e o diretor geral da Adab, Paulo Emílio, além do superintendente da CAR, Dermival Oliveira.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.