Dólar se valoriza, mas prêmio e preço externo recuam e limitam altas no BR
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)


Soja

Dólar se valoriza, mas prêmio e preço externo recuam e limitam altas no BR

Forte alta do dólar nos últimos dias gerou expectativas de valorização da soja no Brasil, tendo em vista que o câmbio elevado favorece as exportações
Por:
230 acessos

A forte alta do dólar nos últimos dias gerou expectativas de valorização da soja no Brasil, tendo em vista que o câmbio elevado favorece as exportações. No entanto, segundo pesquisadores do Cepea, as quedas nos valores do grão na CME Group (Bolsa de Chicago) e dos prêmios de exportação brasileiros limitaram os aumentos dos preços da oleaginosa no mercado doméstico.

Com isso, vendedores optaram por não negociar a preços menores, reduzindo a liquidez interna. A moeda norte-americana subiu expressivos 3,9% entre 11 e 18 de maio, indo para R$ 3,74 na sexta-feira, 18, o maior valor desde março de 2016. Nesse período, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) e o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná subiram ligeiro 0,5%, a R$ 85,82 e a R$ 80,29/saca de 60 kg, respectivamente, na sexta-feira, 18.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink