Dow lança tecnologia no controle das principais pragas do milho
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)


Agronegócio

Dow lança tecnologia no controle das principais pragas do milho

Tecnologia permitirá um refúgio de apenas 5% da área
Por:
1290 acessos
Empresa comercializará primeiro evento em milho com cinco genes estaqueados aprovado no Brasil contra as principais pragas e plantas daninhas desta cultura. Alia também a tolerância ao glifosato e glufosinato.

Tecnologia permitirá um refúgio de apenas 5% da área.

Com o PowercoreTM, estima-se um aumento na produtividade nas lavouras de milho entre 5% e 10%, dependendo do nível tecnológico da lavoura e condições climáticas.



A Dow Agrosciences traz em primeira mão ao mercado brasileiro POWERCORETM, tecnologia inovadora para o controle das principais pragas do milho. Com um período de desenvolvimento de aproximadamente oito anos, proporcionará um aumento na produtividade das lavouras de milho entre 5% e 10, dependendo do nível tecnológico da lavoura e condições climáticas.

Com múltiplos modos de ação, POWERCORETM alia o controle de algumas das principais pragas do milho, como a Lagarta-do-cartucho (Spodopterafrugiperda), Broca-do-colmo (Diatraeasaccharalis), Lagarta-da-espiga (Helicoverpazea), Lagarta-elasmo (Elasmopalpuslignosellus) e Lagarta-rosca (Agrotisipsilon), à tolerância a dois tipos de herbicida, o glifosato e glufosinato.


Esta “trait ou evento biotecnológico” será incorporada em todo o portfolio (híbridos) da Dow AgroSciences e a comercialização se dará a partir de novembro de 2012 no Brasil e, posteriormente, na Argentina.

“Esta nova tecnologia é o primeiro evento com cinco genes estaqueados para a cultura de milho aprovado no Brasil pela CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança) e ratificado pelo CNBS (Conselho Nacional de Biossegurança), diferencial para a Dow Agrosciences”, afirma Rolando Alegria, Diretor de Sementes e Biotecnologia no Brasil.

De acordo com César Santos, Pesquisador da Dow AgroSciences,“um dos principais diferenciais da tecnologia POWERCORE™ é a inserção de três diferentes proteínas Bt. Com isso, a possibilidade da praga-alvo desenvolver resistência simultânea para essas três proteínas é reduzida drasticamente”. O produto também flexibiliza o manejo de herbicidas, proporcionando ao produtor um melhor manejo de sua lavoura, otimizando maquinário e mão de obra.



Área de refúgio


O refúgio, plantio de milho convencional em uma lavoura de milho Bt, é essencial e recomendável para que, junto com outras ferramentas, não haja desenvolvimento de resistência por parte das pragas-alvo. O POWERCORE™ traz uma importante diferencial para a cultura de milho, uma vez que, ao contar com três genes estaqueados para controle de pragas, a área de refúgio recomendada passa a ser de 5%, ao invés dos 10% recomendados para outras tecnologias. “Consequentemente, teremos um aumento de produtividade das lavouras brasileiras, numa realidade em que produzir mais, melhor e de maneira sustentável é essencial para o desenvolvimento da agricultura brasileira”, diz Vitor Cunha, gerente de marketing de milho da Dow AgroSciences.

De acordo com pesquisa recente da FAO, até 2050 será necessário produzir 70% a mais de alimentos a fim de alimentar a crescente população mundial. Atualmente, o Brasil já é apontado como o celeiro na produção de alimentos para o mundo.

A Dow AgroSciences concentra investimentos em pesquisa e inovação para colaborar de forma decisiva no aumento da produtividade com soluções que reduzam impactos ao meio ambiente. “Temos o compromisso de trazer novas tecnologias para o agronegócio brasileiro e o POWERCORE™ é um grande passo nesse sentido”, finaliza Rolando Alegria.


Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink