EBDA apresenta resultados positivos na gerência regional de Irecê


Agronegócio

EBDA apresenta resultados positivos na gerência regional de Irecê

Ao todo, em 2011, mais de 20 mil agricultores familiares foram beneficiados com as ações da EBDA na região
Por:
1101 acessos
Contribuir para o desenvolvimento rural sustentável baseado na expansão e fortalecimento da agricultura familiar é a principal missão da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), vinculada à Secretaria da Agricultura. O balanço dos trabalhos desenvolvidos em 20 municípios, assistidos no Território Irecê, foi positivo. Os principais destaques do ano foram o Programa Garantia Safra, o fortalecimento das atividades não agrícolas e o incremento da mão de obra, através de programas como o Pacto Federativo e o Plano Brasil Sem Miséria.


Ao todo, em 2011, mais de 20 mil agricultores familiares foram beneficiados com as ações da EBDA na região. Os técnicos da empresa fecharam o ano com cerca de 150 cursos ministrados, cem deles voltados para a área de desenvolvimento social, com intuito de desenvolver as atividades de produção associada. Além dos cursos e da assistência técnica regular, os técnicos vêm reforçando a aplicação na prática das políticas públicas, a exemplo da comercialização dos produtos, especialmente junto ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

O gerente regional de Irecê, Joelson Matos, afirma que em 2011 cerca de 80 técnicos ingressaram no quadro em todo o território. “Com a experiência acumulada, os novos funcionários representam um avanço nos trabalhos e no desenvolvimento do Território de Irecê. Contamos com uma equipe multidisciplinar, com profissionais competentes nas áreas de comunicação, ciências agrárias, enfermagem, pedagogia, dentre outros. Com estes técnicos no campo, temos a certeza de que os agricultores familiares terão um melhor desempenho, tanto na área produtiva como na social”, afirma Matos.


Com o Programa Garantia Safra, foram cadastrados mais de 18 mil agricultores, um recorde para a gerência regional. As principais cadeias produtivas da região também apresentaram números positivos na safra de 2010/2011. A produção de milho e feijão, apesar das poucas chuvas, alcançou mais de 98,6 mil e 3.586 toneladas, respectivamente. A mamona também teve destaque, com mais de 58,5 mil toneladas colhidas. Olerícolas como cenoura, beterraba, cebola e tomate totalizaram 70,6 mil toneladas, e a pinha, tradicional na região, somou 32,7 mil toneladas.

Outro grande destaque de 2011 foi a participação da EBDA na 13ª Exposição Agropecuária da Região de Irecê (Expoagri). Durante o evento, ocorrido em abril, a gerência regional se destacou pela estrutura montada no Parque de Exposições do Território Irecê. Além das tecnologias apresentadas aos agricultores familiares na Fazenda EBDA, houve cursos, palestras, distribuição de mudas e uma feira de produtos da agricultura familiar. “A EBDA consolidou, nestes últimos quatro anos, sua marca de tradição em assistência técnica durante a Expoagri. Tivemos um recorde de público, com agricultores e técnicos satisfeitos com o trabalho apresentado”, explica Matos.


A EBDA também teve papel fundamental na certificação de 45 comunidades quilombolas do Território Irecê em 2011. “Estamos trabalhando em 25 comunidades de remanescentes quilombolas, apresentando as políticas públicas através de palestras, da organização das associações, cursos, entrega de sementes, elaboração de projetos do PAA e Pnae, elaboração de declarações de aptidão ao Pronaf e do Programa Garantia Safra”, esclarece o gerente regional.

Para 2012, a expectativa da gerência é de reforçar os trabalhos dos programas de Reforma Agrária (ATES e CDA/PNCF), Pacto Federativo e Plano Brasil Sem Miséria. “Em 2012, com o incentivo dos governos estadual e federal, vamos fomentar o setor produtivo da agricultura focando no desenvolvimento rural sustentável, na questão ambiental, na agroecologia, nas atividades não agrícolas, muito importantes em nosso território e nas comunidades quilombolas e assentamentos da reforma agrária do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA)”, afirma Joelson Matos.


No Território Irecê, a EBDA conta com nove escritórios locais, nove postos avançados, uma estação experimental de produção de mudas e com o Centro de Formação de Agricultores Familiares de Irecê (Centrefértil). Ao todo, são 205 funcionários, empenhados em prestar assistência técnica e extensão rural com qualidade e comprometimento.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink