Em Itajaí, Maggi diz trabalhar para reduzir burocracia no setor pesqueiro

Agronegócio

Em Itajaí, Maggi diz trabalhar para reduzir burocracia no setor pesqueiro

A representantes da pesca da região, ministro defendeu estender prazo de licenças de pescadores e embarcações
Por:
287 acessos

Em agenda com representantes do setor pesqueiro de Itajaí (SC), nessa quarta-feira (21), o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pesca e Abastecimento) disse trabalhar por uma legislação menos burocrática, “em que não se perca qualidade nem segurança dos produtos”. Ele defendeu que prazos de licenças de pescadores e de embarcações tenham validade superiores aos atuais, que exigem constante renovação. “Sempre digo que dinheiro na mão da ineficiência e da burocracia não serve a ninguém. Não serve aos consumidores nem aos produtores”, afirmou Maggi.

No município catarinense, o ministro visitou os setores de produção das empresas Gomes da Costa e Costa Sul. O deslocamento para a Costa Sul foi feito no Barco Escola Aprendendo com o Mar, fruto de convênio entre o Mapa, a Marinha e o Instituto Federal de Educação (IFSC). O instituto tem capacidade para treinar 1,2 mil alunos.

O ministro percorreu os portos de Itajaí e Navegantes. Além disso, teve encontros com os prefeitos de Itajaí, Jandir Bellini, de Navegantes, Roberto Carlos de Souza, e com presidentes e representantes de associações e de sindicatos.
Maggi marcou para o próximo dia 10 de janeiro encontro com dirigentes do Sindicato dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e região.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink