Em quarentena, demanda recua no varejo e nas roças

Imagem: Pixabay

HORTIFRUTI

Em quarentena, demanda recua no varejo e nas roças

No caso da cebola, por exemplo, alguns atacadistas realizam entregas, o que acaba mantendo a liquidez
Por:
89 acessos

 Agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea afirmam que, devido às recomendações de isolamento social e quarentena, têm enfrentado demanda bastante reduzida nesta semana, tanto no varejo quanto nas roças. Sem grande giro de vendas no comércio, compradores estão receosos em manter os pedidos no campo, já que a sobra de mercadorias pode causar perdas e prejuízos.

No caso da cebola, por exemplo, alguns atacadistas realizam entregas, o que acaba mantendo a liquidez. Outro problema relatado pelos agentes é o frete. Além da redução nos pedidos, alguns produtores que ainda precisam atender clientes estão com dificuldades em escoar sua produção aos centros consumidores por falta de transporte, como em Caçador (SC) e Venda Nova do Imigrante (ES), áreas tradicionalmente produtoras de tomate.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink