Embarques de soja em abril já são os maiores em 10 meses
CI
Agronegócio

Embarques de soja em abril já são os maiores em 10 meses

Exportações cresceram 79%, segundo a Secex
Por:
Abril nem terminou e os embarques de soja do Brasil no período já são os maiores desde junho do ano passado, com as exportações da oleaginosa caminhando para fechar o mês com uma considerável alta na comparação com março e abril de 2012, mostraram dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) nesta segunda-feira.

As exportações da oleaginosa cresceram 79 por cento na comparação com a média de volume diário de março e 43 por cento ante a média do mesmo mês de 2012, segundo a Secex.

O crescimento nos embarques em abril tradicionalmente ocorre com um tempo mais seco e favorável para as operações portuárias e também com uma maior oferta para a exportação, após desenvolvimento da maior parte da colheita no país. Este ano, a oferta de uma safra recorde também favorece as vendas externas.

A média de embarques nos primeiros 15 dias úteis de abril ficou em 316,4 mil toneladas, contra 176,8 mil toneladas na média de março.

Já os embarques de soja no acumulado das primeiras semanas em abril somaram 4,75 milhões de toneladas, contra 3,53 milhões de toneladas em todo o mês de março e 4,84 milhões de toneladas de junho de 2012, informou a Secex.

Nos últimos meses do ano passado, as exportações foram baixas, após o Brasil ter exportado grande parte de sua oferta no primeiro semestre de 2012. Além disso, a safra passada foi afetada por uma seca no Sul, o que reduziu a disponibilidade para vendas externas.

RECUPERAÇÃO

O aumento em abril acontece após os embarques terem sido prejudicados em março por chuvas --os porões dos navios não podem ser abertos em caso de precipitação, para não elevar a umidade da carga. Além disso, gargalos logísticos prejudicaram a chegada de cargas aos portos no mês passado.

No porto de Paranaguá, por exemplo, os carregamentos ficaram parados em um total de 310 horas, ou quase 13 dias, ao longo de março.

Especialistas já haviam dito à Reuters, no início de abril, que o mês deveria registrar elevação nos embarques de soja devido à chegada de maiores volumes aos portos em meio à grande demanda internacional.

As empresas brasileiras do setor de soja esperam exportar um recorde de 38,2 milhões de toneladas no ano safra 2012/13, o que deverá impor um desafio logístico ainda maior aos portos brasileiros, que operam próximo do limite por não terem tido a capacidade de movimentação ampliada adequadamente nos últimos anos.

O complexo soja (grão, farelo e óleo) é o principal item da pauta de exportação agrícola do Brasil.

A colheita de soja da safra 2012/13 havia sido realizada em quase 90 por cento da área total semeada no Brasil, até a última sexta-feira, segundo levantamento da consultoria Clarivi divulgado nesta segunda-feira.

A produção nacional deverá totalizar 81,94 milhões de toneladas, crescimento expressivo ante a temporada passada, quando o país colheu 66,38 milhões de toneladas, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.