Embraer anuncia superar marca do Ipanema na Agrishow de Ribeirão Preto

Agronegócio

Embraer anuncia superar marca do Ipanema na Agrishow de Ribeirão Preto

A Embraer espera superar este ano a marca de 40 aviões modelo Ipanema, utilizado no setor agrícola, vendidos em 2010
Por:
2363 acessos
"A Embraer espera superar este ano a marca de 40 aviões modelo Ipanema, utilizado no setor agrícola, vendidos em 2010, totalizando R$ 30 milhões". A previsão é do gerente comercial da Embraer para a Aeronave Ipanema, Fábio Bertoldi Carreto, ao comemorar a venda de uma unidade desse tipo de avião no primeiro dia da Agrishow 2011, que está sendo realizada em Ribeirão Preto (SP).

“O Ipanema tem sido uma ferramenta de trabalho indispensável para o sucesso dos produtores da região Sudeste desde o seu lançamento e, por isso, a Agrishow de Ribeirão Preto é uma excelente oportunidade para exibirmos o produto e apresentar todas as vantagens competitivas que a sua utilização pode trazer ao agronegócio”, ressaltou.

De 2005, quando foi lançado na versão etanol, estão em operação 325 unidades entre vendas e conversão dos modelos movidos à gasolina. A empresa aposta nos preços da aeronave, de R$ 678 milhões no modelo etanol, contra R$ 668 milhões em um modelo à gasolina. Segundo Carretto, o além da diferença no preço do combustível em São Paulo, por exemplo, onde o etanol é vendido a R$ 1,80.

Sudeste - O sucesso das aeronaves Ipanema no Sudeste pode ser explicado pelas vantagens que a pulverização aérea traz ao produtor rural como, por exemplo, a rapidez de aplicação em grandes extensões de terras, utilização em qualquer tipo de solo, realização em pós chuvas, em solos encharcados ou irrigados e até mesmo a ausência de perdas por amassamento da lavoura. A autonomia de vôo, que pode ir até três horas, permite pulverizar uma área equivalente a 250 campos de futebol.

O Sudeste também se destaca pelo cultivo de algodão, cana-de-açúcar, milho, laranja e soja. Historicamente, a região tem 20% de participação de mercado nas vendas de Ipanema. Somente a demanda do Estado de São Paulo representa 15% das aeronaves comercializadas desde o lançamento do produto no início de década de 1970.
 
Há mais de 40 anos em produção ininterrupta e com mais de 1.150 unidades vendidas, o Ipanema é líder no mercado de aviação agrícola no Brasil, com cerca de 75% de participação. É a primeira aeronave produzida em série no mundo certificada para voar com etanol, combustível mais barato do que a gasolina de aviação e com menor impacto sobre o meio ambiente.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink