Embrapa firma parceria com cooperativa para multiplicar sementes de arroz

Agronegócio

Embrapa firma parceria com cooperativa para multiplicar sementes de arroz

A Embrapa firmou parceria com a Cooperativa Agrícola Imembuy para multiplicação de sementes básicas da cultivar
Por: -Silvano
178 acessos

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), firmou parceria com a tradicional Cooperativa Agrícola Imembuy Ltda (São Borja/RS), para multiplicação de sementes básicas da recém-lançada cultivar de arroz irrigado BRS Fronteira. Trata-se de uma variedade indicada preferencialmente para plantio nas áreas de abrangência da Zona Costeira, Depressão Central e Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, cujo nome da cultivar faz alusão.

De acordo com o engenheiro agrônomo Rodrigo Machado, que trabalha na Cooperativa, a produtividade dos campos de sementes básicas da BRS Fronteira bateu a marca de nove mil quilos por hectare e o rendimento de engenho no beneficiamento alcançou 62%, reforçando dados verificados em dois anos agrícolas de ensaios conduzidos pela Embrapa Arroz e Feijão (Santo Antônio de Goiás-GO) e Embrapa Clima Temperado (Pelotas-RS), parceiras na obtenção dessa nova opção de arroz irrigado. Segundo o Chefe de Comunicação e Negócios da Embrapa Arroz e Feijão, Geovando Pereira, os dados de 10 hectares produzidos na região de São Borja evidenciam um bom resultado, em que pese os campos terem sido semeados tardiamente.

Geovando afirma ainda que a BRS Fronteira é uma cultivar merecedora de destaque no cenário da orizicultura gaúcha, tendo em vista suas características altamente favoráveis, tanto do ponto de vista agronômico quanto de rendimento industrial. Geovando diz que a BRS Fronteira possui elevada produtividade e uma grande resistência ao acamamento, aliada ao alto rendimento de grãos inteiros e boa estabilidade até os 45 dias após a floração, se colhida com teor de umidade por volta de 22%.

Conforme o pesquisador da Embrapa Arroz e Feijão, Veridiano Cutrim, os grãos da BRS Fronteira são do tipo longo-fino e possuem boa aparência física, apresentando baixa incidência de centro branco, além de boa qualidade de cocção. Ou seja, um produto solto e macio após o cozimento. Complementarmente, Cutrim conta que a cultivar se destaca pela ausência de pilosidade na casca, o que reflete em um menor desgaste dos equipamentos de colheita e de beneficiamento. As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink