Embrapa lança coleção Brasil em Relevo

Agronegócio

Embrapa lança coleção Brasil em Relevo

O projeto segue o mesmo formato do anterior Brasil Visto do Espaço
Por:
4 acessos

Um produto inédito no Brasil foi lançado como parte da comemoração do 32° aniversário da Embrapa: a Coleção Brasil em Relevo. A Embrapa Monitoramento por Satélite desenvolveu uma metodologia para a geração de um conjunto de imagens, com base em dados de relevo. O produto já está disponível para qualquer usuário através da Internet e também em CD-ROM.

O lançamento segue o sucesso de outra coleção, o Brasil Visto do Espaço, que desde 2001 possibilita o acesso fácil e gratuito a imagens do satélite Landsat por parte de um público variado, que vai desde técnicos até agricultores, professores e estudantes de todos os níveis.

O Brasil em Relevo foi gerado a partir de dados obtidos pelo ônibus espacial Endeavour, da Nasa, durante a missão SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission), uma parceria das agências espaciais dos Estados Unidos, Alemanha e Itália. O Brasil é um dos primeiros países no mundo a disponibilizar este trabalho, cobrindo todo o seu território.

A coleção oferece diversos tipos de aplicações, como em programas de manejo de bacias hidrográficas, de melhoria da infra-estrutura rural, de conservação de solos e preservação de recursos florestais, no apoio ao cumprimento do código florestal, na gestão dos recursos hídricos e na melhoria da cartografia topográfica disponível, principalmente na Amazônia.

O projeto segue o mesmo formato do anterior Brasil Visto do Espaço. Qualquer cidadão poderá visualizar a topografia de cada Estado brasileiro em diversas escalas. O usuário poderá realizar consultas por município, terá a sua disposição uma série de explicações sobre o uso potencial destas informações e a visualização em 3D das principais bacias hidrográficas do país. Graças ao software desenvolvido pela Unidade, enquanto consulta a topografia de determinada área o usuário poderá confrontar as visualizações do relevo com as imagens Landsat correspondentes.

Para a realização do trabalho, um gigantesco arquivo foi recuperado e tratado matematicamente pelos pesquisadores da Embrapa Monitoramento por Satélite, permitindo reconstituir o relevo do país, como nas cartas topográficas, só que de forma digital e homogênea.

Cada área de 90 por 90 metros do território nacional passa a ter agora uma medida altimétrica bastante precisa, inclusive os acidentes geográficos mais inacessíveis, onde nunca foi possível medir as altitudes manualmente. Os dados numéricos originais, direcionados aos usuários especializados em geoinformação, também estarão disponíveis para download.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink