Embrapa Mandioca e Fruticultura lamenta morte de pesquisador

Nota de pesar

Embrapa Mandioca e Fruticultura lamenta morte de pesquisador

Embrapa Mandioca e Fruticultura lamenta a morte, às 13h desta quarta-feira (27), do pesquisador Mauto de Souza Diniz
Por:
109 acessos

A Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, lamenta a morte, às 13h desta quarta-feira (27), do pesquisador Mauto de Souza Diniz.

Especialista em fitotecnia, Mauto possuía mestrado em Produção Vegetal pela Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e tinha mais de 30 anos de experiência com a cultura da mandioca. Contratado pela Embrapa desde 7/1/1981, nos últimos anos Diniz realizava pesquisas relacionadas ao uso da manipueira, o líquido obtido na prensagem das raízes da mandioca. Era presença constante nas edições do dia de campo sobre a cultura da mandioca, realizado toda última quinta-feira de cada mês pelo Setor de Gestão de Transferência e Tecnologia, onde estava lotado. Também participava como instrutor de diversos cursos nacionais e internacionais sobre produção e processamento de mandioca e foi autor de capítulos de inúmeras publicações da Embrapa.

Participou de trabalhos de pesquisa e transferência de tecnologia, como a seleção de variedades de mandioca indicadas para a Chapada Diamantina  e a elaboração do sistema de produção de mandioca para o extremo sul da Bahia. Foi o ponto focal da instituição no Projeto Volta a Terra, criado em 1990 na antiga Escola de Agronomia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), hoje Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), com o objetivo de estimular o retorno à atividade agrícola e a geração de renda para agricultores familiares que devido ao êxodo rural passaram a habitar áreas periféricas do município.

De presença tranquila, muito querido por colegas, produtores e parceiros, o paraibano Mauto será sempre lembrado pela dedicação à cultura da mandioca e à Associação Espírita Obreiros da Fraternidade.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink