Embrapa valida plano com Moçambique
CI
Agronegócio

Embrapa valida plano com Moçambique

Empresa brasileira apoiou órgão de pesquisa agrária do país africano a criar Plano Estratégico de Comunicação
Por:
Empresa brasileira apoiou órgão de pesquisa agrária do país africano a criar Plano Estratégico de Comunicação

A parceria entre a Embrapa e o Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM) contribuiu para a aprovação, neste mês de dezembro, de um Plano Estratégico de Comunicação para o órgão africano de pesquisa. A empresa brasileira auxiliou os moçambicanos a criarem suas estratégias de comunicação através de consultorias.

O jornalista e pesquisador da Embrapa Clima Temperado (Pelotas/RS), Antônio Heberlê, esteve duas vezes em Moçambique neste ano para auxiliar as equipes do IIAM. Agora em dezembro, foi feita a finalização e validação do Plano de Comunicação.

“A partir de 2012, o IIAM terá um programa de rádio próprio e extensivo a todas as regiões do país, alem de uma produção editorial e gráfica padronizada, tudo com apoio de técnicos da Embrapa, dentro do projeto Plataforma de Inovação Tecnológica para o Desenvolvimento de Moçambique”, expõe Heberlê.

De acordo com o pesquisador, as ações foram geradas através da necessidade do instituto moçambicano de avançar nas estratégias de comunicação com seus públicos de interesse, principalmente os pequenos agricultores. As formas de interação do IIAM com os produtores e a definição de dez tipos de comunicação – como social, promocional e política – fizeram parte do Plano.

Para o diretor de Documentação, Comunicação e Transferência de Tecnologia do IIAM, Feliciano Mazuze, o resultado do trabalho foi muito positivo e "a partir de agora vamos trabalhar para colocar em pratica as ações e internalizar o plano na sede e em todos os Centros Zonais".

Plataforma

O trabalho de parceria e apoio ao Moçambique foi feito dentro da Plataforma de Inovação Tecnológica para o Desenvolvimento de Moçambique. O programa é conduzido pela Secretaria de Relações Internacionais (SRI) da Embrapa em conjunto com a Agência Brasileira de Cooperação e com o Ministério das Relações Exteriores. Além do Brasil, o governo dos Estados Unidos também apóia a iniciativa – por meio da Agencia Americana de Desenvolvimento (USAID).

“Penso que estamos fazendo a nossa parte nesta região sensível do planeta e com alegria vejo que os resultados são animadores”, disse o Coordenador do Projeto Plataforma em Moçambique, pesquisador José Luiz Bellini Leite.

A Embrapa também vai auxiliar o IIAM a criar sua Política de Comunicação.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.