Empresa descobre bactéria contra várias doenças agrícolas
CI
Imagem: Arquivo Agrolink
BIOLÓGICO

Empresa descobre bactéria contra várias doenças agrícolas

Ela foi avaliada em diferentes culturas de hortaliças, em vinhedos e árvores frutíferas
Por: -Eliza Maliszewski

A empresa espanhola de proteção de cultivos e sementes, Futureco Bioscience, obteve do Instituto Europeu de Patentes, a Patente Europeia nº EP3607048, sobre uma cepa da bactéria Pseudomonas putida em relação a seu uso no controle de doenças causadas por bactérias e fungos em plantas. 

O microorganismo foi avaliado em diferentes culturas de hortaliças como tomate, alface, pepino, abobrinha e batata, bem como em vinhedos e árvores frutíferas. Com a patente a empresa pode usar comercialmente a cepa B2017 para o controle de um amplo espectro de doenças agrícolas. 

Isso inclui os fungos que causam o oídio (Oidium neolycopersici, Glovomyces chicharacearum, Leveillula taurica, Erisiphe necator) míldio (lactucae Bremia , Phytophthora infestans, Plasmopara vitícola), podridão (Fusarium oxysporium), esclerotinia, varíola (Rhizoctonia solani) e doenças bacterianas, como Pseudomonas syringae, Pectobacterium e Xanthomonas .

“Estamos sempre animados para descobrir e caracterizar cepas com alto potencial de biocontrole”, disse Carolina Fernandez, Diretora de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa. “A eficácia da cepa B2017 é muito consistente e estou convencida de que nossas formulações em breve serão uma ferramenta muito valiosa para qualquer agricultor que queira aplicar estratégias de controle biológico.”

A primeira formulação, codificada como B2017 OD, está em testes na Espanha, Itália, França, entre outros países, apresentando resultados excepcionais. “A concessão desta patente reforça o alinhamento da missão e visão com as necessidades expressas pelos stakeholders. Agricultores, consumidores e legisladores estão dispostos a promover uma agricultura mais sustentável, colocar em prática programas como a estratégia europeia 'Farm to Fork' e se alinhar aos objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU e a transição global para sistemas agroalimentares sustentáveis ??”, disse Jose Manuel Lara, Diretor Técnico.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.