Empresário de fertilizantes da Rússia visita Fecoagro

Agronegócio

Empresário de fertilizantes da Rússia visita Fecoagro

Uma das empresas visitadas pela Fecoagro e a Coonagro do PR, enviou seu representante para visitar as duas entidades
Por:
707 acessos
Começa a surtir resultado a viagem empreendia recentemente à Rússia. Uma das empresas visitadas pela Fecoagro e a Coonagro do PR, enviou seu representante para visitar as duas entidades. O Sr. Evgeny Shachnev, diretor da empresa URALCHEM TRADING DO BRASIL LTDA, subsidiária da empresa URALCHEM – Rússia visitou a sede da Fecoagro em Florianópolis e a Indústria de Fertilizantes em São Francisco do Sul. Veio manifestar interesse em realizar operações de venda de matéria prima da empresa, e expor o seu sistema operacional. Ratificou as informações colhidas na Rússia de que a empresa não se opõe em vender fertilizantes diretamente às cooperativas que possuem indústria no Brasil, porém, deverá ser nas modalidades praticadas com as demais importadoras e traiders internacionais, com condição principal, de pagamento antecipado. A Fecoagro discutiu o assunto com a Uralchem, entretanto, nem os preços, nem as condições de pagamento no momento interessaram.

O mercado de fertilizantes está conturbado haja vista que existe remanescência de estoques nas indústrias, e os preços que estão sendo praticados no mercado interno atualmente são incompatíveis com o mercado internacional, por essa razão entenderam as partes que enquanto não houver a desova dos estoques brasileiros, ou nivelamento de preços com o mercado externo, será difícil negociações externas, pois os preços locais estão mais atrativos. Negócios futuros serão tratados entre a Fecoagro e a Uralchem. A empresa produz 4 milhões de toneladas por ano, fatura anualmente US$ 1,9 bilhões e produz NPK (Nitrogênio, Fósforo e Potássio) no grão, produto que a Fecoagro estudará junto aos departamentos técnicos das cooperativas para verificar a possibilidade de importar uma fórmula diferenciada para as cooperativas catarinenses.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink