Entenda o risco existente no mercado do trigo
CI
Imagem: Marcel Oliveira
RIO GRANDE DO SUL

Entenda o risco existente no mercado do trigo

"A carne está pagando o que a farinha ainda não paga"
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com o que informou a TF Agroeconômica, existe um risco de o trigo nacional ir para o mercado de ração e os moinhos utilizarem só trigo argentino, principalmente se tratando do estado do Rio Grande do Sul. “A concorrência do argentino chegou. Dólar abaixando e Moinhos optando por argentino para garantir volumes de moagem em dezembro (quem diria!), já que a oferta de venda está baixa. E é arriscado ficar sem estoques. Argentino chegando no Porto de Rio Grande a R$1.500,00 para fim de novembro. Se o dólar seguir baixando iremos ver os preços do trigo nacional recuarem”, comenta a consultoria. 

“Com Milho a R$ 90,00/saca e seca no RS comprometendo o volume de colheita existe uma grande possibilidade de a demanda de milho migrar para o trigo. A carne está pagando o que a farinha ainda não paga. A relação já é 1 por 1,1, fruto da equação R$90,00/saca (milho em três cidades gaúchas, justamente nas Missões, aliás, em Panambi tocou R$ 93,00 nesta sexta-feira), com R$ 84,00/saca do trigo. O resultado é ter menos trigo disponível para os moinhos. E veja-se na tabela ao lado, tirada de um estudo sobre vacas leiteiras que o trigo e o farelo são fontes de energia até melhores do que o milho, porque tem o mesmo volume de amido e mais proteína e fósforo”, completa. 

A TF indica que o milho elevará os preços a um patamar mais elevado que o trigo importado. “Isto porque as chances de redução da área de milho são grandes, com a seca que atravessa os campos de norte a sul do país, mantendo os preços do milho elevados durante todo o ano de 2021. Os preços de balcão mais altos passaram a ser de Cachoeira do Sul, Catuípe, Ibirubá e Júlio de Castilhos que pagaram R$ 85,00/saca nesta sextafeira, seguido por Sarandi (R$ 84,50), Soledade, Campo Novo, Chapada e Passo Fundo com R$ 84,00. As demais praças pagaram entre R$ 78,00 e R$ 83,50”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink