EUA: declínio da economia agrícola termina

DIFICULDADE SEGUE

EUA: declínio da economia agrícola termina

Recuperação da economia agrícola dos EUA será lenta
Por: -Leonardo Gottems
721 acessos

Pelo terceiro mês consecutivo, a renda média da produção nos Estados Unidos estará em aproximadamente US$ 60 bilhões, a metade do pico atingido em 2013, diz o think tank da Universidade do Missouri FAPRI em uma previsão para 2018 que também prevê estresse financeiro  contínuo nos próximos anos. Um aumento modesto nos preços de milho, soja e trigo em 2019 colocará a renda em acréscimo ano depois de ano. Apesar de austero, a previsão de longo prazo do FAPRI é mais otimista que as projeções do USDA de que a renda do produtor não aumentaria na próxima década.

“A força da renda do produtor no longo prazo provavelmente dependerá de algum novo empurrão do lado da demanda”, afirmou o diretor da FAPRI Pat Westoff.

O boom de biocombustíveis absorveu a capacidade de produção dos Estados Unidos, enquanto que o apetite voraz da China beneficiou os produtores em todo o mundo. Altos estoques em todo o mundo, parte disso como consequência de excesso de oferta, sugere que levará mais de um ano inteiro para que os preços das commodities se fortaleçam.

“Os mercados de commodities continuarão voláteis”, diz a FAPRI. Será difícil que os preços de cultivos se recuperem neste ano porque dos cinco anos consecutivos em que a produtividade de grãos e oleaginosas excedem as tendências de longo prazo. Depois de grandes incrementos na produção de carne e leite nos Estados Unidos em 2017, os aumentos de produção neste ano pesarão nos preços de gado de corte e laticínios, ao menos que a demanda seja excepcionalmente forte.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink